Prefeitura solicita R$ 21,5 milhões para pavimentação de 30 quilômetros de ruas em Petrópolis



O prefeito Bernardo Rossi solicitou ao Ministério da Cidades investimento de R$ 21,5 milhões para pavimentação de 30 quilômetros de ruas em Petrópolis e para realizar melhorias de acessibilidade em mais de dois quilômetros de calçadas na cidade. O pedido foi entregue em reunião com o novo titular da pasta, ministro Alexandre Baldy, em Brasília, nesta quarta-feira (29.11) à noite.

A prefeitura já havia conquistado emendas ao orçamento da União de R$ 1,2 milhão para pavimentação no Centro Histórico. A intenção agora é estender esse trabalho para os bairros. Essa são obras que envolvem, por exemplo, pavimentação em blocos de concreto, com a retirada do asfalto atual, nivelamento da rua, reforço do solo e aplicação de nova camada de asfalto.

O objetivo é realizar intervenções em 32 vias de Castelânea, Alto da Serra, Chácara Flora, Cuiabá, Capela, Quarteirão Ingelheim, Duarte da Silveira, Centenário, Valparaíso, Independência, Vale das Videiras, Pedro do Rio, Secretário, Nogueira, Itaipava e Posse. Para isso, foi solicitado cerca de R$ 20 milhões.

“O pedido que nós apresentamos são para ruas asfaltadas, de paralelo e estradas vicinais (de terra). Nós realizamos melhorias de manutenção viária ao longo do ano em diversas ruas de todo município, mas estamos falando de intervenções maiores nesses locais”, explica o prefeito Bernardo Rossi.

Ao longo do ano, mais de 250 ruas já receberam tapa-buraco em todos os distritos da cidade. O serviço vem sendo realizado com asfalto frio, que é produzido pela Secretaria de Obras. O serviço de manutenção de calçamento também já ocorreu em mais de 220 locais. As estradas vicinais também recebem manutenção com auxílio de uma máquina que faz uma raspagem da rua e elimina os buracos, serviço que é feito principalmente em períodos sem chuva.

Além disso, foram solicitados R$ 1,5 milhão para readequação de calçadas em 10 pontos de Posse, Morin, Centro, Quarteirão Ingelheim e Itaipava. Com esse recurso, os locais de passagem de pedestres terão melhorias que vão tornar os espaços mais acessíveis para quem dificuldade de locomoção.

Este é um compromisso que a cidade já havia assumido na última semana, quando Petrópolis deu o primeiro passo para aderir ao programa “Calçadas Acessíveis”, realizado pela Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) ao lado da Firjan. Este programa dá assistência técnica aos municípios para formulação de um manual com orientações sobre como devem ser construídos os locais de passeio público.

“A busca por este recurso mostra que nós continuamos empenhados em dar melhor qualidade de vida e em garantir o direito de ir e vir de todos os cidadãos. É um projeto de extrema importância para a cidade e por isso estamos pedindo este investimento”, diz o prefeito.