Nova direção da Creche da Mãe Comerciária assumirá unidade em janeiro



Os pais dos 158 alunos da Creche da Mãe Comerciária conheceram a funcionária pública que assumirá a direção da creche a partir de 2018 em uma reunião realizada na última terça-feira (28.11). Na ocasião, o secretário de Educação, Anderson Juliano, explicou que a transição já está organizada e será acompanhada pela equipe da Secretaria de Educação.

A decisão de dar continuidade às atividades com a administração da prefeitura ocorreu após um entendimento entre o Sindicato dos Comerciários e a Secretaria de Educação. A parceria com o Sindicato dos Comerciários não foi renovada porque a instituição não atende às especificações da lei 13.019 de 2014, que estabelece novas regras para a efetivação de parcerias. A lei entrou em vigor no dia 1º de janeiro desse ano.

Segundo o sindicato, com as mudanças na lei trabalhistas, a instituição teria dificuldades em manter a creche. Com a administração da Secretaria de Educação, as 158 crianças de até cinco anos continuarão a ser atendidas integralmente no prédio que será alugado pela Prefeitura.

“Fizemos uma primeira reunião com os pais para comunicar a troca da administração e agora voltamos para apresentar a diretora que ficará a frente da creche em 2018. A transição será feita da melhor forma possível e os funcionários que quiserem continuar trabalhando na instituição serão aproveitados. Vale destacar que a instituição já era acompanhada pela Secretaria de Educação por atender a educação infantil. A proposta curricular é a mesma dos demais Centros de Educação Infantil”, explicou o secretário de Educação, Anderson Juliano.

Hercília Torres será a diretora da creche em 2018. “Amo o que eu faço e estou de coração aberto para receber as crianças e auxiliar as mães. Sei que vou receber o bem mais precioso de vocês. Estarei à disposição para tirar as dúvidas que surgirem”.

A garantia na continuidade no atendimento era o que nos preocupava. As mães precisam ficar tranquilas e saber que o filho está em um lugar que gostamos muito é muito importante”, disse Lizandra Souza que tem uma filha de dois anos matriculada na creche.