Procon Petrópolis fiscaliza bancos no Bingen, Itamarati e Corrêas



            O Procon Petrópolis realizou nesta quinta-feira (19.10) uma ação de fiscalização em três agências bancárias. O objetivo foi verificar se as unidades estavam cumprindo com o tempo de espera dos clientes nas filas para atendimento- determinado pela Lei Municipal 5.763/2001. Os fiscais constataram o cumprimento da legislação em uma agência o banco Bradesco, no Bingen, e em duas do Itaú, uma no Itamarati e outra em Corrêas.

Essa ação realizada pelo Procon já a terceira fiscalização realizada pelo órgão em agências bancárias. Na primeira, que aconteceu em 14 de setembro, no Centro, a fiscalização constatou a irregularidade em uma agência do banco Itaú e duas do Bradesco; na segunda, feita em 4 de outubro, os fiscais multaram o Santander, na Paulo Barbosa e o Itaú, na Rua Teresa. O resultado da fiscalização desta quinta, com todas as agências cumprindo a legislação aponta um avanço dos bancos em relação ao atendimento do consumidor.

“Fizemos ações nas agências do Centro e estamos avançando para os distritos. As instituições bancárias devem cumprir com a legislação do município e, embora estejamos no dia 19, os relatos de agências lotadas todos os dias sempre chegou para nossa equipe. Então o resultado de hoje já demonstra uma melhora neste sentido. É importante destacar que todas as agências já haviam sido notificadas pelo Procon em julho para que disponibilizassem equipes suficientes para atender com rapidez e eficiência os clientes, sendo, inclusive, alertadas que a fiscalização poderia ocorrer a qualquer momento”, explica o coordenador do órgão municipal, Bernardo Sabrá.

            A ação desta quarta, verificou o cumprimento da legislação municipal que determina às agências bancárias disponibilizar pessoal suficiente para atender em até 15 minutos seus clientes – as únicas exceções acontecem em vésperas de feriados e pós-feriados, quando o tempo máximo permitido pode chegar a 30 minutos. A punição é de 200 Unidades de Fiscalização do Município de Petrópolis (UFPE), aplicado aos bancos com as irregularidades

            “Quando realizamos ações no Centro, diversas pessoas denunciaram a atividade irregular em outros bancos. Isso nos ajuda a ir aos locais certo, uma vez que os clientes estão relatando as práticas abusivas. Não podemos deixar, de forma alguma, que isso aconteça. Vamos manter a fiscalização, não só nos bancos, mas em outros estabelecimentos comerciais”, destaca Sabrá.

Quem quiser denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860.Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.