Prefeitura formaliza parceria com a UNOPAR para programa de estágio

Alunos conquistam oportunidade para estagiar após 10 anos de negociação


Após uma negociação de 10 anos com o município, a Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) conquistou uma parceria de programa de estágio junto às secretarias de governo. Os alunos dos cursos de Serviço Social e Pedagogia já iniciarão a experiência profissional de 150 horas mensais a partir de 1º de novembro na Secretaria de Assistência Social. A parceria é a custo zero para o governo e dará a oportunidade a 33 pessoas de terem contato com as áreas que exercerão como profissão por toda a vida.

O prefeito Bernardo Rossi e a equipe da Unopar assinaram o documento nesta terça-feira (24.10). “É algo inacreditável que tenham demorado tanto tempo para fazer uma negociação a custo zero para o município e que vai beneficiar tantos universitários”, destacou Bernardo Rossi anunciando que a parceria inicia de imediato. “Já em novembro os alunos começam a atuar. “Começaremos pela Assistência, mas a Unopar oferece outros cursos que podem disponibilizar estagiários para outras secretarias. Estamos abertos para absorver essa mão de obra tão qualificada”.

A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, explica que já foi criado um cronograma junto à UNOPAR para absorver os 33 alunos nos serviços da secretaria – CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), Centro de Cidadania, CREAS (Centro de Referência Especializada em Assistência Social), entre outros.

“Assim que ficamos sabendo que esse processo estava abandonado nós nos organizamos para viabilizar. Precisamos de mão de obra e esses alunos precisam das horas de estágio para concluir o curso. Viabilizamos um cronograma para que eles cumpram essas horas próximo às suas residência e trabalho e para o ano que vem pretendemos absorver ainda mais alunos”, afirma Denise Quintella.

Representando a direção da unidade, a coordenadora Mariana Aguiar e a orientadora da UNOPAR, Priscila Manhão, comemoraram a parceria e esperam que os alunos possam ser absorvidos pelo mercado após a experiência nas áreas do município. Elas explicam que a cada dois a três estagiários, uma assistente social atuante da Secretaria servirá como monitora durante todo o período de estágio.

“Ouvimos tantas promessas ao longo dos anos e o processo não fluía. Muitos dos nossos alunos eram absorvidos até em outros municípios como Areal e Três Rios e hoje eles poderão estar em Petrópolis o que com certeza abrirá as portas para um futuro emprego no município que eles residem”, avaliam.
O vereador Jamil Sabrá participou da reunião porque intermediou o pedido da universidade junto à prefeitura. Também participaram o vice-prefeito Baninho e o secretário chefe de gabinete Renan Campos.