CPTrans apresenta projetos para melhorar o fluxo de veículos em Itaipava para empresários



A CPTrans apresentou projetos para a melhoria da mobilidade no distrito de Itaipava em reunião com um grupo de empresário do Petrópolis Convention e Visitors Bureau. O encontro aconteceu na noite de terça-feira (10.10) na sede do PC&VB. Técnicos e engenheiros da companhia também ouviram sugestões do grupo para a melhorar o fluxo de veículos que passam pelo local, principalmente aos fins de semana.

            Entre os projetos apresentadas estão a criação de duas rotatórias – uma próxima ao supermercado Extra e outra nas proximidades do Shopping Boa Vista, sendo ambas na Estrada União e Indústria. A criação desses equipamentos deverá impedir que os veículos saíam para o lado esquerdo dos shoppings e restaurantes, causando retenção em diversas áreas. Outro projeto é a ampliação da Rua Joaquim Agante Moço (atrás do Parque Municipal de Itaipava), entre Bonsucesso e o Hortomercado.

            “A companhia tem projetos não só para Itaipava, mas também para a cidade inteira. O problema é que esbarramos com a falta de recursos da CPTrans – onde precisamos pagar dívidas por conta da falta de gestão no passado, e isso tem comprometido o nosso avanço em levar melhorias para a cidade. Apesar disso, estamos trabalhando para reverter esse cenário e trazer um trânsito melhor para os distritos”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

            A manutenção da Estrada União e Indústria – que liga o Centro aos distritos -, é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (Dnit). Em fevereiro o prefeito Bernardo Rossi pediu que a estrada fosse municipalizada sob a condição de que ela passasse por intervenções e melhorias. Agora, o município cobra que o Dnit faça a contratação da empresa que irá atualizar o projeto para que, juntos com os técnicos da CPTrans, realizem intervenções em pontos indicados pelo município para minimizar o impacto causado por mais de 150 mil veículos existente hoje em Petrópolis.

            No encontro, a CPTrans também destacou a importância de os empresários atuarem como parceiros do município na realização de melhorias para a região, apresentando o projeto Parceiros da Mobilidade, além de solicitar que os estabelecimentos apontem a proibição de conversão à esquerda. A companhia também vai realizar, ainda este mês, a simulação de um canteiro de meio de pista em pontos cujo a prática dessa ação seja grande.

            “Foi bom porque soubemos a realidade da CPTrans e isso é fundamental para que possamos, também, auxiliar à companhia com os recursos do empresariado. Então, sabemos que existe a boa vontade e esse é o principal fator para melhorar o trânsito em Itaipava. É necessário um esforço conjunto para mudar”, destacou o presidente do PC&VB, Samir El Ghaoui.