Assaltos, facada e insegurança no Centro, Morin e Araras



Fonte: Diário de Petrópolis - Dois jovens foram assaltados em Petrópolis na última terça-feira (24). Os crimes aconteceram no Morin e no Centro histórico.  Uma das vítimas sofreu um corte nas costas, ocasionado por faca. Dentre os prejuízos estão, dois aparelhos celular, dinheiro, óculos de sol e material escolar. Os casos foram registrados como rouco a transeunte na 105ª Delegacia de Polícia onde os crimes estão sendo investigados.

Na noite de terça-feira, por volta das 20h, uma jovem de 20 anos foi assaltada na Rua General Marciano Magalhães, no Morin, quando voltava do trabalho para casa. Em depoimento na 105ª DP, ela contou como o assalto aconteceu. A vítima declarou que usava fones nos ouvidos e estava com o celular nas mãos quando um homem teria se aproximado por traz e encostado um objeto em suas costas exigindo seu telefone. A jovem contou que tentou resistir, mas que cedeu quando o assaltante forçou o objeto contra o seu corpo. Após pegar o telefone o criminoso, que usava um capuz e uma touca no rosto, fugiu.

Segundo o responsável pela investigação, Bruno Salermo, a jovem ainda pediu ajuda aos motoristas que passavam pelo local, mas ninguém parou. Só quando chegou em casa ela percebeu que ficou com uma pequena lesão, segundo o investigador, provavelmente ocasionada por uma faca.

O aparelho Samsung Galaxy J7 ainda não foi recuperado assim como o suspeito não foi localizado. O registro foi feito na manhã de ontem (25). A PM não foi acionada.

Outro roubo foi registrado no mesmo dia, porém na Rua Visconde do Bom Retiro, no Centro Histórico. Um estudante de medicina de 22 anos foi abordado por dois homens que também portavam uma faca. Os bandidos, que jogaram o jovem no chão, levaram uma carteira com dinheiro e cartões de crédito, celular óculos e material escolar. Após o roubo eles fugiram em direção a Rua Teresa.

Os investigadores conseguiram identificar o celular, modelo Iphone, por meio do GPS do aparelho. O objeto foi encontrado comum homem de 53 anos, na Rua Prudente Aguiar próximo ao camelódromo. Ele foi encaminhado para delegacia onde contou ter comprado o celular. O homem já tem passagem pela polícia e responde por homicídio e ameaça e lesão corporal. Ele vai responder pelo crime de receptação e alegou que vai colaborar com as investigações.

Bruno disse ao Diário que a ligação entre os crimes está sendo investigada.

Em Araras outro suspeito por assaltar pedestres é preso

Um homem de 29 anos foi preso pela Polícia Militar, na noite de terça-feira (24), caminhando pelas margens da Rodovia BR-040, na altura de Araras. Ele é acusado de assaltar pedestres da região. Com o suspeito, os policiais encontraram dinheiro e um telefone celular roubado de uma das vítimas.

De acordo com a polícia, o ladrão utilizava uma faca para render as vítimas. Os ataques aconteceram por volta das 19h e a Polícia Militar foi acionada por populares, informando as características físicas e as roupas que o bandido usava. Logo depois de iniciarem as diligências, as vítimas foram localizadas pelos agentes.

O suspeito foi localizado já na rodovia e na mochila que carregava os policiais também encontraram uma touca e um casaco. Ambos seriam de propriedade das vítimas. Preso em flagrante, vai responder pelo crime de assalto e seria transferido para o sistema prisional do Rio de Janeiro.