Prefeitura de Petrópolis inaugura 1º Polo de Assistência Farmacêutica

Espaço concentrará a entrega de medicamentos especiais e por demandas judiciais
Inauguração ocorre no dia 19 de setembro na antiga sede da Farmácia Popular



O município deu um passo importante no fornecimento de medicamentos junto à população: a prefeitura inaugura no dia 19 de setembro, o 1º Polo de Assistência Farmacêutica Integrada (PAFI) que funcionará na antiga unidade da Farmácia Popular do Centro da Cidade. A expectativa é que mensalmente de 800 a mil pessoas recebam gratuitamente medicamentos especiais fornecidos pela Secretaria de Saúde do Estado, demandas por mandados judiciais ou por cadastro dos programas do SUS – diabetes, hipertensão, asma, saúde mental, entre outros.

Após o fechamento da Farmácia Popular em julho pelo governo federal, o município assumiu a responsabilidade de reordenar o atendimento nas unidades. Os serviços que antes eram ofertados no Centro de Saúde passam acontecer no polo do Centro, por conta disso, entre os dias 15 a 18 de setembro a farmácia do Centro de Saúde ficará fechada para iniciar a transição do serviço.

O secretário de Saúde Silmar Fortes explica que a mudança cumpre as normas de vigilância sanitária e do Conselho de Farmácia quanto às adequações de atendimento e armazenamento dos medicamentos.

“Assim que houve a determinação do Ministério da Saúde para fecharmos as unidades da Farmácia Popular resolvemos criar um novo ordenamento para fornecimento dos medicamentos. O projeto é uma indicação do nosso prefeito que vai manter a farmácia do Centro de Saúde apenas com o fornecimento dos medicamentos vinculados à atenção básica. Agora a população terá um espaço adequado para atendimento e ainda criaremos uma central de cadastro dos programas de farmácia básica, mas em ambas unidades os medicamentos serão fornecidos gratuitamente”, explica o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

A partir do dia 19 de setembro o funcionamento do Polo de Assistência Farmacêutica Integral será de 8h às 16h30. Já o fornecimento de medicamentos por mandatos judiciais manterá o mesmo fluxo já vigente no Centro de Saúde, de 8h às 16h30 às terças, quartas e quintas-feiras. 

“O fornecimento dos medicamentos por mandados judiciais são para àqueles que já estão inseridos no programa de concessão de medicamentos administrativos e judiciais. Mantivemos os mesmos dias e horários de atendimento do centro de Saúde que é o que foi acordado junto à defensoria”, anuncia a coordenadora do Núcleo de Assistência Farmacêutica, Roseane Borsato Costa.

A prefeitura espera em curto prazo abrir o segundo polo na antiga unidade da Farmácia Popular em Corrêas, direcionando os mesmos atendimentos de garantidos via mandados judiciais e como ponto de fornecimento de medicamentos especiais enviados pela Secretaria de Saúde do Estado que hoje são disponibilizados no Hospital Alcides Carneiro.

A coordenadora do Núcleo de Assistência Farmacêutica, Roseane Borsato Costa reforça que não haverá venda de medicamentos e que os medicamentos que antes eram disponibilizados pela farmácia popular devem ser encontrados na rede conveniada.

“O que precisamos reforçar é que a farmácia popular não vai abrir novamente. Não teremos venda de medicamentos no local. O Ministério da Saúde disponibiliza no programa ‘Aqui tem Farmácia Popular’ os medicamentos nas redes particulares. O que iremos fazer é desafogar as farmácias do Centro de Saúde e futuramente de Corrêas para prestar o atendimento adequado à população”, afirma Roseane Borsato Costa.

Comentários