Em Petrópolis, 130 crianças são examinadas e vão receber óculos de graça



Zerar a demanda por óculos de grau entre alunos da rede pública de ensino é uma das metas do governo que deu um passo importante neste sábado (16.09). Em parceria com a Oftalmo Clínica de Petrópolis, 130 crianças passaram por consultas oftalmológicas e realizaram todos os exames para receberem em outubro óculos de graça. A iniciativa faz parte II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis e contemplará uma segunda fase de consultas e exames, a crianças, do 1º ano do ensino fundamental. Desta vez, via SUS na clínica Santa Júlia, conveniada ao município.

Durante o mês de agosto e também este mês 60 professores foram capacitados para medir a acuidade visual das crianças para que as mesmas fossem encaminhadas às clínicas para triagem e realização dos exames oftalmológicos. Fortalecendo a parceria, a Carl Zeiss fornecerá as lentes e as Óticas Carol cuidará da montagem das armações. A entrega dos 200 óculos será em outubro no último dia do Festival, durante uma sessão especial de cinema.

O prefeito Bernardo Rossi, acompanhado do vice-prefeito Albano Filho (Baninho), do secretário de Saúde, Silmar Fortes e da secretária de Assistência Social, Denise Quintella, acompanhou os trabalhos neste sábado e reforça a importância das parcerias privadas junto ao governo municipal.

“A parceria dessas empresas junto ao município é de extrema importância pois vai nos ajudar a iniciar um processo para acabarmos com a demanda por óculos para as nossas crianças. A dificuldade de enxergar acarreta no baixo rendimento escolar, com este suporte vamos garantir o futuro melhor para elas. A integração entre os servidores da Saúde, Assistência Social e Educação foi fundamental para hoje termos essa conquista”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Nos intervalos dos exames, as crianças puderam participar de recreações e degustaram um delicioso lanche promovido pelas empresas parcerias do Festival de Cinema.
A oftalmologista Ana Luisa Quintella Aleixo, do projeto Visão do Futuro explica que essa é apenas a primeira fase de um trabalho que será gradativamente construído junto ao município.
“Eu só tenho que agradecer a todos que abraçaram o projeto e contribuíram para essa corrente do bem. Cada parceiro contribuiu com uma parte, os educadores que foram fundamentais nesse processo de seleção e agora a gente construiu as bases para darmos continuidade gradativamente a esse trabalho junto ao município”, avalia Ana Luisa Quintella Aleixo.

Com a conclusão do Festival de Cinema, a prefeitura dará continuidade nas avaliações oftalmológicas das crianças através do Programa Saúde na Escola (PSE) onde será levantado o número de estudantes, dentro dos 10 mil que serão assistidos pelo programa, que têm dificuldades para enxergar. A meta é que esses alunos sejam encaminhados até a Clínica Santa Julia, conveniada ao SUS, para realizar as consultas e exames oftalmológicos ao longo dos meses.

“Nessa primeira etapa oferecemos os exames junto a nossa conveniada, a Clínica Santa Júlia e iremos manter esse cronograma gradativamente ao longo do ano. A nossa expectativa é que até o fim do ano todas as crianças do 1º ano do ensino fundamental tenham passado pela triagem e avaliação médica. Então àquelas que não foram contempladas nesse primeiro momento poderão ser atendidas mais adiante”, afirma o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

A cuidadora de idosos, Stefani Abreu, se surpreendeu quando recebeu um bilhete da escola em que o filho estuda para que o pequeno Cauã de 7 anos comparecesse na Oftalmo Clínica de Petrópolis para realizar o exame.

“Eu não imaginava que ele precisava usar óculos, ele nunca reclamou em casa, mas percebia que ele assistia a TV muito de perto. Essa iniciativa da prefeitura é muito boa, porque óculos é caro e aqui vamos poder fazer o exame e receber a armação de graça, foi maravilhoso”, afirma.

Já a dona de casa Regina Linden da Silva trouxe os dois filhos, Yasmim de 9 anos e Matheus de 7 anos, ela diz assumir a responsabilidade para que os filhos usem os óculos.

“A Yasmim já usa óculos e hoje ela deve ter que trocar de grau, mas o Matheus eu vou ter que fazer todo um trabalho em casa para que ele use com frequência. Me surpreendeu esse trabalho, a prefeitura e o pessoal da clínica estão de parabéns”, disse.

A Secretaria de Assistência Social realizará ações junto aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município a fim de conscientizar sobre a importância do uso dos óculos e do retorno ao exame no próximo ano.

“A nossa meta é mapear essas crianças para verificar se as famílias recebem algum beneficio social e promover a assistência junto aos CRAS de cada região e incentivar o uso dos óculos e o retorno, após um ano, para os exames de rotina que estão contemplados na ação social do Festival de Cinema”, disse Denise Quintella, secretária de Assistência Social.

Sobre o PSE: O Programa Saúde na Escola é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas. As secretarias de Saúde e Educação se uniram para garantir que os estudantes estejam em dia com o calendário vacinal, recebam ações de prevenção à obesidade, cuidados com a saúde bucal, auditiva e ocular, aprendam a combater o mosquito Aedes aegypti, e tenham o incentivo à atividade física, além de prevenção ao uso de álcool, tabaco e drogas.

Sobre o II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis:

O II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis acontece de 18 a 22 de outubro, com apoio da Prefeitura. Com público de 7 mil pessoas em 2016, para esta edição a organização tem estimativa de atingir 20 mil pessoas com uma programação aberta ao público e gratuita. Serão mostras variadas de filmes, oficinas, workshops e debates com objetivo de formar plateia e difundir o cinema nacional.

Comentários