Campanha de Multivacinação terá o dia D de imunização no próximo dia 16 de setembro em Petrópolis



Intensificando a estratégia de atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente, a Secretaria de Saúde está mobilizando os pais para participarem da Campanha Nacional de Multivacinação que começará no dia 11 de setembro e vai até o dia 22, com Dia D de vacinação no sábado dia 16 de setembro. A ação tem como objetivo proteger crianças, adolescentes e o pré-adolescente precocemente contra doenças evitáveis a que eles possam estar sujeitos até a vida adulta.

A imunização está disponível em 14 unidades de saúde com rotina de vacinação, de 9h às 16h -  com intervalo de 1h de almoço. Nas UBS do Retiro, Quitandinha e Itamarati a população pode se vacinar até às 19h30.

São 12 vacinas disponíveis para crianças de 0 a 9 anos, entre elas - BCG, meningocócica, pneumocócica e Hepatite B. Adolescentes de 10 a 14 anos poderão ser imunizados com 7 vacinas -  HPV, dupla adulto, meningocócica, entre outras. Os pais ou responsáveis deverão comparecer às unidades levando documento de identidade, a caderneta ou comprovante de vacinação da criança ou do adolescente para avaliação e, no caso de haver alguma dose em aberto, ela será aplicada.

O secretário de Saúde, Silmar Fortes, explica que a equipe de 44 vacinadores foi capacitada na última quarta-feira (30) a fim de receberem orientações quanto a rotina de vacinação, formas de registro e preparação para o dia D que acontecerá dia 16 de setembro.

“A campanha destina-se apenas para atualização do calendário vacinal de rotina, desta maneira não há meta a ser atingida, porém identificamos que algumas crianças e adolescentes não retornam para fazer o reforço das doses. A mobilização nacional vem destacar a importância dos pais ficarem atentos à caderneta para garantir a proteção dos seus filhos quanto a diversas doenças. Seguindo o protocolo de imunização da Secretaria de Saúde do Estado, estamos reforçando a imunização contra febre amarela que temos um cronograma para imunizar o restante da população até outubro”, orienta Silmar Fortes.

            A análise da caderneta de vacinação é importante porque o calendário do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde sofreu modificações este ano, com a inclusão das vacinas HPV Quadrivalente para meninos de 11 a 14 anos e da vacina Meningocócica C para adolescentes de ambos os sexos, com idades entre 12 e 13 anos. Os adolescentes também poderão se vacinar contra hepatite B, dupla adulto (evita difteria e tétano), tríplice viral SCR – Protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

            “Durante a infância as mães sempre levam as crianças para vacinar, mas quando eles chegam à adolescência há um pouco de resistência para vacinação. Muitos estão com o esquema vacinal incompleto, por conta disso está acontecendo essa intensificação da atualização da caderneta e precisamos conscientizar os pais e adolescentes a se vacinarem”, explica a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde Elisabeth Wildberger.

Vacinação contra HPV segue intensificada nas unidades

A vacina protege contra quatro subtipos de HPV, sendo dois responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero, que é a terceira causa de morte de mulheres no Brasil. O município espera vacinar 18 mil adolescentes, porém, atualmente há 1.646 meninas e meninos protegidos contra o vírus. A Secretaria de Saúde segue intensificando a divulgação nas unidades de saúde para aumentar o número de imunizados.

 Devem ser vacinados: meninas dos 9 aos 14 anos e os meninos dos 11 aos 14 anos, em ambos os casos, o esquema vacinal prevê a aplicação de duas doses, com um intervalo mínimo de 6 meses e máximo de 12 meses entre a primeira e a segunda dose.

  “O vírus pode provocar também casos de câncer de pênis, ânus e garganta. A vacina é segura, não há contraindicação, o que ela pode provocar de reação é uma febre leve e a região ficar um pouco dolorida como pode ocorrer em qualquer outra aplicação de vacina. Gestantes não podem ser vacinadas, mas mães que estiverem amamentando podem tomar a vacina”, orienta a coordenadora de Epidemiologia, Alessandra Cardoso.


Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:


*Atendimento de 9h às 16h – com intervalo de 1 hora de almoço 

Instituto da Mulher (antigo Centro de Saúde) - Rua Santos Dumont, S/Nº
PSF Alto da Serra - Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)
PSF São Sebastião - Rua São Sebastião nº 625
UBS Alto Independência - Rua Ângelo João Brand s/n
Ambulatório Escola - Rua Bernardo Proença nº 32
Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Corrêa, 1.345
UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81 – Morin
UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n
UBS Pedro do Rio - Estrada União e Indústria s/n
PSF Posse - Estrada União de Indústria nº 33.530
Coordenação Epidemiologia - Hospital Municipal Nelson de Sá Earp - Rua Paulino Afonso, 455.

*Atendimento de 9h às 19h30 – Com intervalo de 1 hora de almoço 

UBS Quitandinha - Rua General Rondon nº 400
UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco s/n 
UBS Itamarati - Rua Hívio Naliato nº 169