Vereadora que criou Lei de Prevenção ao Suicídio alerta para perigos da Depressão

Audiência pública sobre Prevenção ao Suicídio acontece no próximo dia 16, às 19h



A Câmara Municipal de Petrópolis, RJ, realizará Audiência Pública no dia 16.08, para debater a Prevenção ao Suicídio, um tema que cada vez mais ocupa espaço na mídia mundial.

“Em julho deste ano, o jornal Folha de São Paulo publicou uma matéria destacando a opinião de especialistas sobre suicídios recorrentes na mesma família embasado na pesquisa realizada pela Associação de Transtornos Mentais que numa análise de mais de 15 mil casos de suicídio, mostra a preocupante ligação entre transtornos mentais e o suicídio. Segundo a matéria, cerca de 90% dos casos estão associados há algum tipo de transtorno mental. O mais preocupante é que muitas pessoas não conseguem identificar a depressão que é uma doença grave que, se tratada corretamente, tem cura”, explica Gilda Beatriz, que é psicóloga e autora da Lei 7326/15, que instituiu a “Campanha Municipal Setembro Amarelo – Dia de Prevenção ao Suicídio” no município.

Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, 5,8% da população sofre com depressão, que afeta um total de 11,5 milhões de brasileiros.

“Criei a Lei com o objetivo de informar os principais sinais que acometem as pessoas, sendo a depressão o maior deles, tratar com consciência, incentivar a busca por ajuda e tratamento, evitando a interrupção brusca e dolorosa da vida”, completa a vereadora, lembrando que o Brasil é o país com maior prevalência de depressão da América Latina.

Dados oficiais mostram que em 2015, 788 mil pessoas morreram por suicídio em todo o mundo.

Comentários