Onça parda é encontrada morta próximo a um rio no Brejal, em Petrópolis,RJ



Uma onça foi encontrada morta no Brejal, bairro do distrito da Posse, na tarde da última terça-feira (22).  O assunto foi amplamente divulgado em redes sociais, após as imagens do felino serem compartilhadas por moradores locais.

De acordo com Sérgio Bertoche, gestor da APA-Petrópolis, os órgãos responsáveis foram acionados por um administrador de uma fazenda da localidade, após o corpo da onça ser encontrado próximo a um rio da região. Sérgio explica que ainda não há informações sobre a causa da morte do animal, que foi encaminhado para autópsia no Parnaso (Parque Nacional da Serra dos Órgãos). Segundo Sérgio, o felino encontrado era um macho com aproximadamente um ano e três meses.

- Só soubemos do caso na terça-feira, ainda não havíamos sido alertados sobre a ocorrência de onça nessa região, tão próximo às fazendas e casas. É difícil afirmar o que levou esse animal a chegar perto dessas áreas, mas caso fossemos informados com antecedência, poderíamos ter feito algo para evitar a morte do mesmo, - destaca o gestor da APA.

Ele ainda ressalta que se for comprovado que a onça foi morta, haverá investigação para identificar o autor da ação, que será punido de acordo com a lei, por ser crime ambiental. “Temos que estar atentos e monitorar essas ocorrências para não haver conflitos com os produtos locais”.

Questionada sobre a ocorrência, a Secretaria de Meio Ambiente informou que, junto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), esteve no local onde o felino foi encontrado e, como o Instituto tem um projeto de mapeamento e acompanhamento da espécie, o corpo do animal foi encaminhado para análise.

A Coordenadoria de Bem-Estar Animal também está acompanhando o caso.

Vale ressaltar que quaisquer ações criminosas envolvendo animais silvestres, ou o aparecimento dos mesmos em áreas urbanas, devem ser comunicadas à APA-Petrópolis. Já em casos de maus tratos a animais domésticos, o órgão responsável é a Cobea.

FONTE: DIÁRIO DE PETRÓPOLIS - Leticia Knibel