39 alunos especiais terão aulas de natação na rede municipal

Projeto Inclusão Social e Esportiva de Petrópolis (ISE)



  Alunos da rede pública municipal com necessidades especiais – 39 estudantes -  terão a oportunidade de participar de aulas de natação na Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, por meio do projeto de Inclusão Social e Esportiva de Petrópolis (ISE) lançado na segunda-feira (14.08) na unidade. Na ocasião, foi realizada uma reunião entre os pais, alunos e diretores das escolas envolvidas. 
“A intenção é a de promover a prática esportiva como alternativa de inserção social de pessoas com necessidades especiais, mostrando a importância de participar das atividades esportivas. Essa escola já é uma referência nesse quesito porque oferece aulas de natação inclusive para comunidade. Agora, estamos dando mais um passo importante na rede municipal, promovendo aulas adaptadas para os alunos que precisam de uma atenção especial”, disse o secretário de Educação, Anderson Juliano. 

Na ocasião, os alunos e os responsáveis conheceram a piscina e o professor de natação, William Moreira, que contará com o suporte de dois estagiários. A supervisão do projeto será da Secretaria de Educação, pelo Departamento de Educação Especial. As escolas acompanharão a frequência e participação dos alunos nos projetos e a coordenação do projeto ficará com o Instituto Brasileiro de Desporto e Cultura. 

“Nossa intenção é a de mostrar aos alunos que eles podem fazer atividades diferentes e que todos possuem habilidades. Quem sabe não conheceremos um futuro atleta a partir dessas aulas? Tudo é possível”, explicou William. 

As aulas ocorrerão às segundas-feiras, com 40 minutos cada turma. “No Centro, temos o Centro de Referência que oferece várias atividades no contraturno, mas vocês dos distritos estão inaugurando um novo passo na rede municipal de Educação, a natação adaptada. É um ganho enorme esse projeto de inclusão social esportiva”, afirmou Bianca Caetano, diretora do Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação. 

A piscina da E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues é térmica. “Todos são bem-vindos a esse espaço. Esse é um sonho que está se concretizando, uma oportunidade única para os distritos. O professor e os estagiários passaram por uma capacitação especial para atender esses alunos”, contou Ney Marcos de Paula, diretor da E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues. 

“A nossa intenção é a de levar futuramente, esse projeto para Petrópolis. Agradecemos a confiança e a colaboração das diretoras e pais de alunos”, afirmou durante a reunião com os responsáveis, a subsecretária de Educação, Márcia Palma. 

A iniciativa agradou pais e alunos, que se mostraram animados.“É uma oportunidade única e sei que vai fazer bem à minha filha. Estou emocionada”, disse Silvana Quintela, mãe de Júlia, 15 anos, aluna da E.M Augusto Pugnaloni. “Muito importante essa iniciativa. O mais legal é que ela poderá vir com o esporte na escola, com segurança. Estamos muito felizes”, disse Juvelina de Jesus, avó de Larissa, de 9 anos, aluna da Escola Municipalizada Santa Terezinha.“Estou animada para começar. Adorei a piscina”, contou Júlia. 

Além promover a prática esportiva como alternativa de inserção, o projeto pretende agregar valores como inclusão e valorização social da pessoa com deficiência e proporcionar autonomia e emancipação aos participantes. 

Os alunos matriculados nas aulas de natação são da E.M Augusto Pugnaloni, E.M Dr. Theodoro Machado, E.M Dr. Paula Buarque, Escola de Educação Integral Padre Quinha, E. M Amélia Antunes Rabello, Escola Municipalizada Santa Terezinha, E.M Dt. Barros Franco, E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues, E.M Carlos Canedo, Escola Municipalizada Moyses Furtado Bravo e E.M Oswaldo da Costa Frias.