Vítima de acidente no Alto da Serra precisa de doação de sangue



A vítima de um grave acidente no Alto da Serra, Thaís Bastos da Silva, de 30 anos, permanece internada em estado grave, no Hospital Santa Teresa. Segundo a família, ela está em coma e sofreu diversas fraturas, inclusive na bacia e perfuração no pulmão. Ela estava na garupa da moto de Eluan Souza Dias da Silva, que morreu na hora.

Internada na Unidade de Tratamento Intensivo – UTI do HST, segundo a família, Thaís precisa da doação de sangue. “Estamos nos mobilizando chamando os nossos amigos para doar. Muitas pessoas já compareceram ao hospital, mas ainda está precisando de mais doadores. Por isso, pedimos a sensibilização das pessoas para nos ajudar a salva-la”, disse Alexsandro Bastos, irmão de Thaís.

O acidente aconteceu no início da madrugada de segunda-feira, na Rua Coronel Albino Siqueira, no Alto da Serra. Thais estava na garupa da moto pilotada por Eluan e seguiam em direção a Castelânea. O veículo teria derrapado e tombado na via. Moradores das imediações ouviram o estrondo e acionaram o Corpo de Bombeiros, mas o rapaz morreu antes da chegada do socorro, enquanto Thaís foi socorrida desacordada.

O Banco de Sangue do Hospital Santa Teresa funciona de segunda a domingo, de 7h às 18h. Os doadores devem informar que a doação é destinada a Thaís. São necessários todos os tipos sanguíneos.

Podem ser doadores homens e mulheres que estejam bem de saúde e alimentado e com peso igual ou superior a 50kg. Devem ser observadas ainda as seguintes condições:

Idade entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos necessitam de autorização dos pais ou responsáveis); intervalo entre as doações de 60 dias para homens e 90 para mulheres; mulheres fora do período gestacional, 3 meses após o parto ou fora do período de amamentação; não ter tido hepatite após 10 anos de idade; não ter doença de chagas ou contato com o inseto “barbeiro”; não ser portador de epilepsia; não ter feito tratamento dentário nas últimas 72 horas e não ter diabetes. 

via Diário de Petrópolis