Alerta: Mulher perde R$ 10 mil em golpe do falso sequestro em Petrópolis



O golpe do falso sequestro fez mais uma vítima em Petrópolis. Dessa vez, uma mulher de 50 anos perdeu a quantia de R$ 10 mil em espécie e estava prestes a perder mais R$ 10 mil quando percebeu que havia sido enganada. Os bandidos, no entanto, são da cidade e foram pessoalmente buscar a primeira parte do dinheiro, no Vale das Videiras.

O fato ocorreu na última sexta-feira. A vítima teria recebido uma ligação, onde uma pessoa dizia que um parente dela havia sido seqüestrado. Pelo resgate, cobrava a quantia de R$ 20 mil. Inicialmente, o valor do resgate seria maior, mas a mulher avisou que não tinha todo o dinheiro exigido e os bandidos aceitaram reduzir a quantia.

A mulher esteve em duas agências bancárias e logo depois de sacar o primeiro valor, foi orientada a levar o malote ao Vale das Videiras e, numa rua erma, o bandido que permanecia na linha telefônica, orientou que ela colocasse o pacote no chão e ir embora. Quando deixava o local, a vítima ainda olhou pelo retrovisor do carro e viu uma moto estacionando e um dos ocupantes pegou o envelope.

Ainda sem desligar o telefone, a mulher foi orientada buscar o restante do dinheiro e, seguiu para uma agência bancária de Itaipava. Como estava muito nervosa, ela chamou a atenção de funcionários que alertaram sobre o golpe.

Casos de estelionato têm aumentado

Em apenas três meses, o número de casos de estelionato na cidade dobrou. Em janeiro, foram 25 ocorrências. Em fevereiro, o número foi reduzido para 11. Em março, voltou para 25 e não parou de crescer, indo para 29 registros em abril e 50 no mês de maio.

No entanto, os índices ainda são menores do que no ano passado, de acordo com os dados do Instituto de Segurança Pública, do Governo do Estado. Em 2017, foram registrados, em média, 28 casos de estelionato por mês. Já nos cinco primeiros meses de 2016, foram 36.

No ano passado, foram registrados 179 registros, e, no mesmo período deste ano, foram 140. No ano passado, as delegacias registraram 45 casos deste tipo de crime em janeiro, 31 em fevereiro, 43 em março, 32 em abril e 28 em maio.

fonte: Diário de Petrópolis

Comentários