terça-feira, 13 de junho de 2017

Trânsito fez 457 vítimas de acidentes graves este ano em Petrópolis



Eric Andriolo / Diário de Petrópolis - Só neste ano, já houve 457 vítimas de acidentes graves em Petrópolis, de acordo com os dados da Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa (HST), divulgados na sexta-feira (12). Esse é o único hospital com capacidade de atender às vítimas de trauma na cidade. Os dados representam a quantidade de acidentes graves, mas não levam em conta as mortes do município, já que essas vítimas vão direto ao IML. O Corpo de Bombeiros divulgou, na semana passada, que atendeu a 20 acidentes onde as vítimas morreram na hora, e pode ter havido mais mortes em atendimentos da concessionária da BR-040.

Os últimos números disponíveis são do mês de maio. Foram 102 atendimentos de acidentes no HST: são 8 vítimas de atropelamentos, 60 de acidentes de carros e 44 de moto.

Já o acumulado do ano foi de 34 atropelamentos, 228 acidentes de carro e 195 de moto. A maior parte das vítimas é masculina, em todos os tipos de acidentes. São 79,8% homens nos casos de moto e 62,5% nos acidentes de carro. A maioria também é masculina entre as vítimas de atropelamento: eles representam 82,9%. Em geral, homens foram 79,8% das vítimas do trânsito atendias pelo hospital.

A maior parte dos pacientes foi entregue ao hospital pelo Corpo de Bombeiros. Foram 72,6%. Também há uma quantidade significativa (17%) levadas pela Concer, concessionária da BR-040. O restante chegou ao hospital pelo Samu ou por meios próprios.

Dos pacientes que ficaram internados, 82,8% foram levados pelos bombeiros e o restante pela Concer.
A maior parte das vítimas são adultos. 81% tem entre 18 e 60 anos. As crianças e adolescentes representam 9% e os idosos, outros 9%.

Nenhum comentário: