TCE adia licitação da manutenção de iluminação pública em Petrópolis



Uma representação apresentada ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) por uma das empresas interessadas em participar da licitação para prestação de serviço de iluminação pública no município, adiou o pregão que estava marcado para a tarde de ontem (28). O adiamento, determinado pelo TCE, foi comunicado ao município no fim da tarde de terça-feira (27.06). A suspensão aconteceu por conta de um erro formal no lançamento do edital. O Tribunal solicitou que o edital seja lançado de forma correta no sistema do TCE, observando a deliberação 262/2014.

No certame desta quarta-feira (28) seria definida a empresa que ficará responsável pela execução de serviços de manutenção corretiva e preventiva, bem como pelo melhoramento do parque de iluminação pública do município - 40.805 pontos instalados. Desde março, quando a Prefeitura e a antiga empresa, a Inovaluz, divergiram sobre os valores dos serviços prestados, a cidade está sem o serviço. Devido ao impasse, o secretário de Administração e Recursos Humanos, Marcus von Seehausen, não descarta uma contratação emergencial.

- A iluminação pública é uma questão urgente, que envolve a segurança da população, se necessário vamos buscar outras soluções. Não está descartada, por exemplo, a possibilidade de optarmos por uma contratação temporária para atender casos pontuais e resolver as situações mais urgentes, caso haja algum entrave que atrase ainda mais a licitação - explica o secretário de Administração, Marcus von Seehausen.

O edital de licitação prevê mais funções para a empresa vencedora, que deverá usar novas tecnologias e ampliar os pontos de iluminação na cidade. No documento, a prefeitura exige a manutenção e extensão de rede pública não só nas vias de grande circulação de tráfego e vias de médio porte, mas também em locais de difícil acesso e alta periculosidade como comunidades, vilas, alamedas e servidões com escadarias.?

A vencedora da licitação deverá fazer a manutenção de todos os pontos existentes, e substituir gradualmente as lâmpadas a vapor por iluminação de LED. O edital também prevê a instalação de um call center com capacidade para atender pelo menos 600 ligações/mês – mínimo de 30 atendimentos por dia.

Comentários