Secretaria de Segurança inicia processo para instalação de novas câmeras na cidade



A Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública deu o primeiro passo para ampliar o sistema de monitoramento de câmeras no município. A pasta abriu licitação para adquirir 3,5 mil metros de cabeamento de fibra ótica. A concorrência está marcada para o próximo dia 21, com valor estimado de R$ 13.149,50. O valor sairá de verbas de uma emenda parlamentar recuperadas no início do ano pelo prefeito Bernardo Rossi.

Em janeiro, o prefeito conseguiu reativar R$ 500 mil de uma emenda feita pela deputada federal Cristiane Brasil ao orçamento da União de 2015 e que não foi aplicada pelo governo passado. Essa verba será utilizada também para unificar as centrais que existem atualmente e para aumentar o número de câmeras no município.

“Inicialmente, foi previsto a aquisição de 20 câmeras com essa verba. Mas nós fizemos uma readequação do projeto e, com isso, será possível adquirir entre 70 e 80 câmeras. Isso vai permitir que o monitoramento seja ainda mais amplo no município”, explica o secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi.

Hoje, Petrópolis tem 20 câmeras de monitoramento em duas centrais: uma fica na Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) e abriga oito câmeras; as outras 12 são mantidas pela Guarda Civil. No início de abril, todas elas voltaram a funcionar depois que a Guarda providenciou o reparo da transmissão das imagens via rádio – que foi danificado em outubro do ano passado e não foi consertado pela gestão anterior.

“As câmeras auxiliam no atendimento de ocorrências e servem como dispositivos para realização de flagrantes. Com a ampliação desse sistema, que é possível pelo trabalho do prefeito Bernardo Rossi na recuperação dessas verbas, isso ficará melhor, pois o trabalho da Guarda, das polícias Civil e Militar, da Defesa Civil, dos Bombeiros e da CPTrans será integrado”, destacou o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

Além delas, a cidade conta com sete câmeras no ônibus de videomonitoramento (hoje estacionado na Praça Marechal Carmona, no Centro) e mais quatro no posto fixo da Praça da Liberdade. A previsão é de que ampliação do sistema de monitoramento da cidade seja concluído ainda esse ano.
 ​