​Prefeito lança o primeiro plano de contingência de inverno da cidade


Evento de apresentação do Plano Inverno aconteceu na terça-feira na Casa dos Conselhos

O prefeito Bernardo Rossi lançou nesta terça-feira (20.06), na Casa dos Conselhos Ângelo Zanatta, o primeiro plano de contingência de inverno da cidade. Organizado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, o Plano Inverno orienta e traça um plano de contingência para o combate aos incêndios florestais que atingem Petrópolis no período de estiagem. Também foi apresentada a matriz de responsabilidades do projeto, que indica as ações a serem tomadaspor cada órgão participante em caso de uma catástrofe ambiental.

O prefeito Bernardo Rossi lembrouo ano de  2014, quando a cidade perdeu o equivalente a 15 mil campos de futebol em vegetação, e citou o trabalho em conjunto como uma marca do seu governo.

“Este ano antes mesmo do período de estiagem, que está começando, foram 43 ocorrências. O Plano Inverno é um trabalho de prevenção importante para a cidade. O trabalho em conjunto é uma marca do nosso Governo, sendo fundamental para a segurança e para o crescimento da nossa cidade”, disse o prefeito.

O secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, apresentou os dados do Plano Inverno e explicou como foi elaborada a matriz de responsabilidades do projeto.

“O Plano Inverno foi discutido por sete grupos setoriais, divididos de acordo com cada atribuição dos que participaram da elaboração do projeto. Foram 13 reuniões, com a participação de 231 pessoas, que representam 77 órgãos diferentes – entre instituições, associações de moradores e produtores rurais. A matriz de responsabilidades indica o que cada órgão participante do projeto vai assumir em caso de uma catástrofe ambiental. Todo esse esforço em conjunto busca diminuir o número de queimadas na cidade”, disse Paulo Renato.

O secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, lembrou os prejuízos causados pelos incêndios florestais. “As queimadas provocam um grande desequilíbrio no ecossistema, com a perda da fauna e da flora, além do empobrecimento do solo. A destruição de áreas verdes também compromete as nascentes, importantes para o abastecimento de água em toda cidade. Com o Plano Inverno, esperamos reduzir sensivelmente o número de queimadas durante o período de estiagem, que vai até setembro”, disse.

Mais de 50 pessoas acompanharam o evento que contou com a presença do comandante da Polícia Militar, coronel Oderlei Santos; o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni; o secretário chefe de Gabinete, Renan Campos; o secretário de Fazenda, Heitor Pereira; o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá; os vereadores Wanderley Taboada e Relojão, além de representantes do Corpo de Bombeiros, Exército, Aeronáutica, Cruz Vermelha, Guarda Civil, órgãos ambientais e sociedade civil.

Comentários