Petrópolis: Aplicativo é opção para renovação do rotativo sem necessidade de voltar ao veículo



Fonte: Diário de Petrópolis - Melhor opção para renovação do estacionamento rotativo, o Digipare, aplicativo utilizado pela Sinalpark para a emissão de bilhetes, ainda é pouco usado pelos petropolitanos. CPTrans e a empresa querem que o sistema seja mais conhecido entre os petropolitanos e até mesmo entre os turistas. De acordo com os dados da empresa, dos cerca de 80 mil tickets fornecidos mensalmente, apenas 9.952 deles são provenientes do software online, ou seja, 12,41%. O serviço oferece vantagens em relação às demais opções de aquisição, como mobilidade e flexibilidade.

“O aplicativo é um facilitador hoje em dia. Ele é mais rápido do que qualquer outra alternativa, além de ser fácil de usar. Sem contar que é extremamente útil na hora da renovação do bilhete, já que o usuário não precisa voltar até a vaga onde deixou o carro para atualizar o tíquete. Sem sombra de dúvida, quanto maior o número de pessoas utilizando o serviço dessa forma, menor será o número de infrações cometidas quando o assunto é estacionamento irregular em vaga de rotativa”, destaca o diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Maurinho Branco.

O aplicativo é gratuito para celulares com sistema Android, iOS, e Windows e pode ser baixado nas lojas respectivas. É necessário autorizar a sua utilização e aceitar a política de privacidade – apesar de pedir muitas informações, como por exemplo o acesso a fotos e vídeos, a empresa diz que não é coletado nenhum dado do telefone do usuário. O usuário deverá cadastrar seus dados e fazer a compra utilizando o cartão de crédito, que pode ser de valores de R$ 5, R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100.

Na hora de utilizar o serviço, é só fazer login no aplicativo, selecionar o tempo mínimo de 30 minutos e máximo de 4 horas na área azul e máximo de 6 horas nas áreas brancas e ‘utilizar’. O aplicativo também oferece a opção “Alarme”, em que o usuário configura um tempo para ser alertado sobre o vencimento do tíquete. Além disso, também é possível regularizar, em um prazo de 15 minutos após o vencimento do bilhete, a situação e ficar livre da medida administrativa aplicado em caso de descumprimento do estacionamento rotativo.

“Embora não haja o bilhete físico no carro, o controlador sabe que aquele veículo fez o pagamento do rotativo pela placa do carro, uma vez que tem acesso a base de dados. Então o usuário pode ficar tranquilo que não levará nenhuma medida administrativa ou qualquer outra punição. A utilização do aplicativo é completamente segura, além do aplicativo ser fácil de usar”, explica a gerente de operações da Sinalpark, Fernanda Benevides.