quinta-feira, 1 de junho de 2017

Onda de assaltos preocupa taxistas da cidade de Petrópolis



Apesar da prisão de dois assaltantes, no último fim de semana, roubos a taxistas continuam sendo registrados na cidade. Na noite de segunda-feira, quatro mulheres armaram uma emboscada e mais um motorista foi vítima de bandidos. Este é o quarto ataque em apenas quatro dias.

Na noite de terça-feira, a vítima foi um motorista de 51 anos que passava pela Rua General Rondon. As mulheres estavam na calçada, nas proximidades da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis – Comdep e fizeram sinal para o taxista. Uma delas dizia que estava passando mal e precisava chegar em casa.

Elas solicitaram a corrida para o Alto Independência, mas pediram que o motorista fizesse o trajeto pelo Taquara. Quando passavam por uma rua mais erma, pediram para o taxista parar o carro. Quando as mulheres desembarcavam, surgiram quatro homens armados e encapuzados, anunciando o roubo.

Além da quantia de R$ 580 em dinheiro, os bandidos levaram documentos pessoais e um telefone celular. Nervoso, o motorista não soube descrever a polícia as características das mulheres e nem dos assaltantes. A Polícia Militar também realizou o patrulhamento do local, mas não localizou os suspeitos.

Segundo Lourival Fraga Costa, representante da Associação dos Taxistas de Petrópolis, uma reunião com o comando do 26º BPM está sendo esperada para os próximos dias. “Precisamos que o policiamento seja intensificado e que os carros com passageiros sejam parados. Além disso, também é preciso que as vítimas procurem as delegacias para registrar as ocorrências, pois a polícia trabalha em cima de estatísticas”, disse.
No entanto, de acordo com o coronel Oderlei Santos, comandante do 26º BPM, a Polícia Militar tem atuando para coibir os assaltos e já está desenvolvendo uma estratégia de prevenção e repressão contra esse tipo de crime, principalmente nos locais que podem ser a origem desses criminosos.

“Nesse primeiro momento, temos a ideia de implantar algumas medidas, inclusive, através de grupos de mensagens instantâneas, interagindo de forma permanente com esses profissionais”, adianta o comandante do 26º BPM. “Além disso, também vamos sugerir ao Conselho Comunitário de Segurança, a instalação de câmeras de segurança nos pontos de táxi para integrar ao sistema de monitoramento”, complementa.

No fim de semana, outros dois taxistas foram atacados por bandidos. Um dos roubos aconteceu na Estrada da Grota do Jacó, enquanto o outro foi interceptado nas Duas Pontes. As vítimas tiveram os carros Renault Sandero e um Grand Siena, roubados, mas os veículos foram recuperados horas depois, no Bingen, onde os suspeitos também foram presos.

As suspeitas são de que o último roubo tenha sido cometido pelos mesmos bandidos que já tinham atacado um taxista, na noite de domingo, na Rua Antônio da Silva Ligeiro, no Taquara. A vítima, que faz ponto na região do Quitandinha, foi rendida depois de deixar um passageiro, na comunidade e teve a féria do dia, assim como um telefone celular, roubado pelos bandidos.

Nenhum comentário: