​CEI São João Batista já funciona em novo local



Os 40 alunos matriculados no Centro de Educação Infantil São João Batista, na Duarte da Silveira, já estão em novo endereço. As aulas para a turminha de 0 a 4 anos, agora são na Rua Luiz Winter, 123. A Secretaria de Educação agiu rápido para a mudança: há dez dias, rachaduras apareceram no refeitório da antiga sede do CEI, localizado na Rua Duarte da Silveira.

A Defesa Civil esteve no local e o refeitório da unidade foi interditado na última semana. Imediatamente, as aulas foram suspensas e, para garantir a segurança das crianças, a Secretaria de Educação alugou outro imóvel para o atendimento.

Adaptações foram feitas no espaço alugado, como a colocação de corrimão, divisórias, telas de proteção e a limpeza. O imóvel tem quatro salas e três banheiros, além de cozinha, dispensa e refeitório, está sendo montada uma sala multiuso, brinquedoteca e sala de leitura.

“A preocupação é garantir a integridade física dos alunos e funcionários. O que impressiona é que a sede antiga do CEI passou por uma reforma recentemente e já está apresentando esses problemas estruturais”, disse o secretário de Educação, Anderson Juliano. O caso vai ser encaminhado pela Educação ao Ministério Público.

A diretora do CEI São João Batista explicou que o novo imóvel tem mais espaço para as crianças. “O lugar é muito bom, é perfeito. Teremos uma sala multiuso para tevê e livros e um espaço grande para a recreação”, afirmou Joseane Dias.

 A antiga sede, que é própria, passou por uma reforma e ampliação entre março de 2015 e abril de 2016 e foi gasto o valor de R$132.626,19. Por causa das rachaduras, a Secretaria de Educação vai solicitar à Secretaria de Obras que uma vistoria seja feita no local, além de uma avaliação para que uma solução seja apontada.

Pais ficaram satisfeitos com a mudança

            “Ótimo o tamanho e ficou lindo o lugar. A Secretaria de Educação agiu rapidamente e foi muito bacana. A preocupação da diretora com a situação foi fundamental. Agradeço pelo cuidado e apoio com os pais e as crianças”, disse Franciele Rocha.
           
Monalisa Vasconcelos agradeceu a resolução para o problema. “O espaço é muito maior e melhor. Meu filho adora essa creche, ele está aqui desde os sete meses. As tias são muito carinhosas e atenciosas com as crianças. A mudança foi muito boa e meu garoto está muito feliz com o lugar novo onde ele vai estudar”.

Mãe de quatro filhos, Rafaela Cristina Gomes, afirmou que estava com medo por causa das condições da antiga sede. "Não tenho o que reclamar. Todos os meus filhos sempre estudaram aqui no CEI, tem uma ligação especial com as professoras até hoje. O meu mais novo ama ficar na creche, tem dia que chora porque não quer ir embora. Eu adorei esse novo espaço, muito maior e tem mais segurança do que a outra casa. Estava com medo que pudesse acontecer alguma coisa, mas com a mudança estou mais tranquila".