Secretário de Educação nega falta de merenda escolar



Frango, filé de merluza e filé de cação. Esses são os itens proteína que abastecem esta semana a Escola Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Nesta terça-feira (22.05) o secretário de Educação, Anderson Juliano esteve no local para conferir a confecção da merenda escolar.

“Encontramos no estoque frango e peixe e a carne chega nos próximos dias, ou seja, não há falta de proteína na merenda do Liceu. A reposição de carnes é feita semanalmente pelos próprios fornecedores e a reposição dos demais itens é feita mensalmente pela Secretaria de Educação”, aponta Anderson Juliano que lamentou que as redes sociais estejam sendo usadas para difundir falta de merenda escolar. “Estamos licitando R$ 10 milhões em alimentos para as 186 unidades da rede. No ano passado, por exemplo, foram R$ 3 milhões”, completa.

Os integrantes do CAE – Conselho de Alimentação Escolar também visitaram a escola e vistoriaram estoques e geladeiras. Durante a visita, o secretário afirmou que uma nutricionista vai orientar as cozinheiras da escola. “Uma nutricionista do Núcleo de Alimentação Escolar vai ficar durante uma semana no Liceu para orientar os funcionários com relação ao mapa da merenda, que informa a quantidade necessária de cada gênero alimentício para o período de um mês, e o correto descongelamento das carnes”, explicou Anderson Juliano.

“As merendeiras serão orientadas sobre as refeições, armazenamento dos alimentos, descongelamento correto das carnes e a importância da proteína no cardápio diário”, afirma a nutricionista Érica de Araújo.

Na ocasião, o diretor do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, Hélio Werneck, ressaltou que a alimentação oferecida na escola é diversificada. “O boato de que os alunos estão sempre comendo arroz com feijão é isso, um boato. Estamos em contato com a Secretaria de Educação, sempre buscando o melhor atendimento para os nossos alunos”.​

Comentários