Prefeitura de Petrópolis divulga nota oficial sobre negociação rodoviários que encerrou a greve



A prefeitura considera sensato o entendimento entre Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo (Setranspetro) e rodoviários que estiveram reunidos por mais de quatro horas na noite desta terça-feira (16.05) em uma rodada de negociações, que se espera definitiva, para encerrar a greve da categoria. 

A reunião, que terminou às 23h30, teve a participação do presidente da CPTrans, Maurinho Branco, que levou aos participantes - patrões e rodoviários - mensagem do prefeito Bernardo Rossi, expressa no início da noite e publicamente, sobre a necessidade de entendimento que encerrasse o dissídio coletivo da categoria. 

A nova proposta patronal está sendo levada, em assembleia na madrugada desta quarta-feira (17), aos rodoviários.  Sendo aceita a nova proposta, a greve será encerrada e os ônibus voltarão a circular nos primeiros horários. 

"A prefeitura concedeu o reajuste máximo, dentro do que, tecnicamente, apontaram as planilhas da CPTrans. Negamos o reajuste de R$ 4,32 como as empresas propuseram e chegamos a R$ 3,90 como apontaram os estudos. Este valor garante o equilibro econômico-financeiro do sistema e garante o reajuste dos rodoviários. Então, empresas e a categoria precisam entrar em entendimento porque a tarifa não vai subir além deste patamar", afirma o prefeito, Bernardo Rossi.

O presidente da CPTrans, mostrou a empresas e rodoviários que a manutenção da greve traria prejuízos para a população, para a cidade, empresas e também à categoria. "Um acordo é necessário imediatamente assim como melhorias no sistema que vamos propor e implementar fazendo o melhor para o usuário em primeiro lugar, mas que transforme o transporte público de Petrópolis para melhor, como deve ser", afirma Maurinho Branco.

Comentários