Justiça determina afastamento de vereador de Petrópolis, RJ, por suspeita de extorsão



Fonte: G1 - A Justiça determinou nesta quarta-feira (10) o afastamento de um vereador de Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Pastor Sebastião (PSC) é suspeito de extorsão. Segundo as investigações da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual (MPE), o vereador seria um dos participantes do esquema de corrupção deflagrado na Câmara de Vereadores. De acordo com o MPE, o político está proibido de frequentar o legislativo e o gabinete dele deverá ser desocupado.

Ainda de acordo com as investigações, assim como o ex-vereador Vadinho – preso desde o dia 7 de março por suspeita de concussão (exigir dinheiro) e peculato (desvio de dinheiro público) - o Pastor Sebastião também contratava assessores paro o gabinete e ficava com parte dos salários, no seu último mandato. Além disso, alguns funcionários seriam "fantasmas".

Nesta quarta-feira também foi cumprido um mandado de busca e apreensão no gabinete do vereador, expedido 4ª Vara Cível da Comarca de Petrópolis. Essa operação resultou na apreensão de documentos, de celulares e de computadores. O material apreendido foi encaminhado para a Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do MP fluminense.

A Polícia Civil informou que esteve na casa do vereador afastado no dia 6 do mês passado e, no local, foram apreendidos documentos e um computador. Neste mesmo dia, a pedido do próprio Pastor Sebastião, ele foi exonerado do cargo comissionado que ocupava na Prefeitura e, no dia seguinte, com a publicação da exoneração no Diário Oficial, o pastor assumiu a vaga de primeiro suplente no legislativo.

Pela lei, desde que assumiu a cadeira na Câmara, o Pastor Sebastião passa a ter foro privilegiado e só poderá ser julgado por tribunais. A Polícia Civil também informou que segue investigando outros suspeitos de evolvimento no esquema criminoso em Petrópolis.

O G1 está tentando contato com o Pastor Sebastião para ele se pronunciar sobre o caso. A reportagem também pediu uma nota para o partido do qual o vereador faz parte e aguarda um posicionamento.

Comentários