Jamil Sabrá reassume o mandato de vereador



Philippe Fernandes / Diário de Petrópolis: O segundo suplente da coligação “Petrópolis pra frente” (PP, PSC e PDT), Jamil Sabrá Neto, irá protocolar o seu retorno à Câmara Municipal nesta sexta-feira (26). O pedetista deixa a Coordenadoria de Relações Institucionais, cargo que assumiu no mês de abril. Ao Diário, Sabrá disse que vai continuar o trabalho que desenvolveu na sua primeira passagem pelo Legislativo, no começo do ano, e na Prefeitura.

- Conseguimos atender demandas importantes do prefeito Bernardo Rossi, especialmente nas áreas do desenvolvimento econômico e do turismo. Tenho conversado com o prefeito, que me pediu para tocar os projetos e manter os focos nas parcerias com o segundo e com o terceiro setor. Vou ser um parceiro do prefeito na Câmara, mantendo todos os nossos projetos – disse Jamil, destacando que ele faz parte do grupo político de Rossi.

Entenda o caso

A coligação entre PP, PSC e PDT elegeu os vereadores Reinaldo Meirelles e Maurinho Branco, ambos do PP. Maurinho, no entanto, se licenciou do mandato para assumir a presidência da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). O primeiro suplente da coligação é Sebastião Silva (PSC), que assumiu o cargo de Coordenador de Relações Institucionais no início do ano, permitindo a entrada de Sabrá na Câmara.

No entanto, após uma ação de busca e apreensão realizada em sua residência dentro da Operação Casa Limpa, que investiga supostas irregularidades cometidas por vereadores e assessores, Sebastião pediu exoneração do cargo de Coordenador de Relações Institucionais, retornando à Câmara.

No último dia 10, no entanto, uma decisão do juiz da 4ª Vara Cível de Petrópolis, Jorge Luiz Martins Alves, afastou o Pastor Sebastião do cargo. O afastamento foi pedido pelo Ministério Público Estadual, e é baseado na denúncia dando conta de que Sebastião estaria realizando pressão sobre uma servidora, para que ela alterasse o seu depoimento. Com isso, a cadeira ficou vaga, e a Câmara trabalhou nas últimas duas semanas com 14 vereadores.

Comentários