Ameaça de greve: Rodoviários decidem hoje se aceitam nova proposta



Fonte: Diário de Petrópolis - Com ameaça de greve, os trabalhadores rodoviários decidem hoje à tarde se vão aceitar a nova proposta de aumento salarial protocolada pelas empresas. São 4,5% de reajuste, e 11% de aumento na cesta básica, que subiria de R$ 180 para R$ 199,80. A assembleia será na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Petrópolis, na Rua Souza Franco, 121, às 16h.

Os rodoviários estão em “estado de greve” (ameaça) desde a última reunião, que avaliou uma proposta do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Petrópolis (Setranspetro) de 4% de reajuste salarial. O que os sindicalistas exigem é 8% de aumento, e cesta básica de R$ 250.

A nova proposta é mais próxima do índice de alta dos preços do que a anterior. De acordo com os últimos dados do IBGE (referentes a março), a inflação acumulada em 12 meses chega a 4,57%.

Atualmente, o piso salarial para motoristas de ônibus é de R$ 2.150,41 e o dos trocadores é R$ 1.184,19. Fiscais e motoristas júnior têm piso de 1.470,44. A data-base da categoria seria o dia 1º de maio, mas as empresas haviam se recusado a discutir aumento sem que houvesse, primeiro, reajuste das passagens de ônibus, algo que não ocorria desde janeiro de 2016, e agora subiram para R$ 3,90, cerca de 11%.

Comentários