quarta-feira, 12 de abril de 2017

Operação Casa Limpa: Vice-presidente do PSC pede expulsão de vereador do Pastor Sebastião

Philippe Fernandes / Diário de Petrópolis


O vice-presidente da Executiva Municipal do PSC, Octavio Sampaio, anunciou que irá pedir a expulsão do vereador Sebastião Silva (foto), o Pastor Sebastião, dos quadros do partido. De acordo com Octavio, a Operação Casa Limpa, que apura supostas irregularidades praticadas na Câmara e está investigando o vereador, foi o principal motivo para o processo.

- Com esse pedido, temos a condição de fazer uma investigação paralela à Casa Limpa, dentro do próprio partido. O objetivo é fazer com que o presidente do partido intime o vereador para que ele possa dar explicações sobre o caso. É importante deixar claro que o processo resguarda o direito de ampla defesa, prazo para as respostas, e o vereador vai ter que explicar para o partido o que está acontecendo – afirmou, se referindo ao mandado de busca e apreensão realizado na casa de Sebastião, na última quinta-feira.

Octávio Sampaio ainda criticou o fato de Sebastião ter aceitado o cargo de Coordenador de Relações Institucionais do município. O pastor é o primeiro suplente da coligação PP – PSC – PDT, que elegeu Maurinho Branco, e teria uma vaga na Câmara com a ida do titular para a presidência da CPTrans. No entanto, Sebastião aceitou o cargo no governo municipal, dando a vaga ao segundo suplente, Jamil Sabrá (PDT).

- Todo ato administrativo tem que atender aos princípios da publicidade e da transparência, e o que parece é que ele aceitou o cargo única e exclusivamente para realizar um rearranjo político na Câmara. A saída do vereador de seu cargo causou um déficit democrático ao Legislativo, uma vez que ele abriu mão de sua função – disse Octávio.

Procurado pelo Diário, Sebastião Silva não foi localizado até o fechamento desta edição.

fonte: Diário de Petrópolis

Nenhum comentário: