Adolescente desaparecida volta pra casa, mas dois ainda estão desaparecidos em Petrópolis, RJ



A adolescente Elisandra da Conceição, de 17 anos, que estava desaparecida desde o dia 12 de abril, já voltou para casa. A polícia, no entanto, não divulgou detalhes, como por exemplo, os motivos dela ter ficado tanto tempo sem dar notícias à família. Enquanto isso, o paradeiro de Douglas da Silva Teixeira Paulo, de 21 anos e de Íris Menezes de Oliveira, 15, ainda é desconhecido.

Apesar do elevado número de casos divulgados nos últimos dias, os desaparecimentos em Petrópolis mantém a mesma média do que no ano passado. Entre os meses de janeiro e abril de 2016, por exemplo, segundo o Instituto de Segurança Pública - ISP, 17 ocorrências foram registradas nas duas delegacias da cidade.

No mesmo período deste ano, apesar do ISP ainda não ter divulgado as estatísticas de março e abril, de acordo com a Polícia Civil, outros nove casos ocorreram em Petrópolis. Desses, seis reapareceram e comunicaram as delegacias, enquanto os outros três ainda constam como desaparecidos. O que, segundo policiais, não quer dizer que não tenham voltado para casa. Isso porque, podem apenas ter deixado de fazer a comunicação.

Nesses números não estão incluídos os últimos quatro desaparecimentos de adolescentes. Ou seja, foram 13 desaparecimentos registrados no município em 2017.

Desaparecida desde a manhã do dia 7, apesar de ainda não ter voltado para casa, Íris Menezes de Oliveira, de 15 anos, fez um post na quarta-feira, em uma de suas redes sociais, dizendo que está bem, porém, fora de Petrópolis. “Pessoal, estou bem, não se preocupem. Não estou em Petrópolis, mas pretendo voltar para conversar com a minha mãe, pois devo satisfação a minha família”, diz um trecho da postagem. A mãe Andressa Menezes, no entanto, continua preocupada.

Já a família de Douglas da Silva Teixeira Paulo, de 21 anos, morador na Rua 24 de Maio, ainda não teve a mesma sorte. Saiu de casa na tarde do dia 10 de abril e não deu mais notícias. Segundo a avó Rosalina das Graças Paulo, ele vestia bermuda jeans e camisa azul e estava acompanhado de duas moças não identificadas.

Além de contato com a polícia através do telefone 2242-8005, informações sobre o paradeiro dos jovens também podem ser repassadas as famílias dos desaparecidos:

Íris Menezes: (24) 98805-2136 / 99217-0087
Douglas da Silva: (24) 2235-6566 / 98859-3509

fonte: Diário de Petrópolis