sexta-feira, 21 de abril de 2017

16 toneladas de lixo verde foram retiradas no entorno do Alcides Carneiro e 12 toneladas de entulho do Castelo São Manoel



A prefeitura tornou a realizar limpeza no entorno do Hospital Alcides Carneiro (HAC) e uma retroescavadeira e dois caminhões fizeram a retirada de 16 toneladas de folhagens na área perto do almoxarifado e do Instituto Médico Legal (IML), que é rodeada por árvores. O trabalho foi realizado na manhã desta quinta-feira (20.04) e foi acompanhado pelo secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP), Djalma Januzzi. O serviço aconteceu também no Castelo São Manoel, onde foram removidas 12 toneladas de entulho.

“Esse é um trabalho que será permanente. Estaremos cada dia em locais diferentes. Hoje, estamos atendendo um pedido do hospital, retirando um lixo que estava aqui desde o ano passado”, disse o secretário.

Esta foi a segunda vez em 15 dias que a prefeitura faz remoção de lixo no entorno do HAC. Antes, já havia sido feita a retirada de entulho da entrada da Rua Vigário Corrêa, que dá acesso ao hospital. Na época, a quantidade de restos de obras, móveis, eletrodomésticos e lixo verde descartada de forma irregular no local encheu três caminhões.

Tanto nesta quinta quanto na oportunidade anterior, o serviço foi realizado com equipamentos da Força Ambiental. A Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) também utiliza máquinas e caminhões próprios e faz a outra parte do recolhimento de entulho na cidade.

“Eram dois pontos principais de acúmulo e tinha muito tempo que não era recolhido. E a preocupação maior é a possibilidade de isso criar focos de mosquitos e de ratos. Foi muito bom esse serviço ter sido realizado”, agradeceu o diretor financeiro, administrativo e de patrimônio do Sehac, Leonardo Aldighieri.

No Castelo São Manoel, foram retirados restos de obras, móveis/eletrodomésticos e lixo verde das ruas 6, 7 e José Joaquim Viana.

A quantidade de entulho retirado do bairro é fruto de descarte irregular. Quem é flagrado fazendo o descarte em calçadas ou ruas recebe multa de até R$ 800, além de ser intimado a remover os detritos. Em caso de reincidência, ele recebe nova pena, dessa vez com valor dobrado. O Código de Posturas do município prevê que o gerador é responsável pelo descarte adequado do entulho, o que significa transportar os resíduos para o aterro de Pedro do Rio. 

Nenhum comentário: