Página de apoio a causa animal reúne 10 mil seguidores



Criado para discutir com a comunidade casos de maus-tratos e apresentar diferentes ações de proteção animal, o grupo de trabalho “Eu apoio a causa animal”, atingiu na última semana a marca de 10 mil seguidores no facebook. Para a vereadora Gilda Beatriz, fundadora do grupo que desde junho de 2015 vêm reunindo representantes de ONGs, entidades que trabalham em prol dos animais e protetores independentes, o trabalho foi ampliado para atender os petropolitanos através das redes sociais.

– O grupo que iniciou os trabalhos realizando vistorias no já inaugurado Curral de Apreensões de Animais tornou-se um ponto de encontro para aqueles que amam e cuidam dos animais. Divulgamos desde casos de animais desaparecidos a histórias que inspiram quem abraçou a causa. Através da página orientamos as pessoas a procurar os órgãos competentes em casos de maus-tratos. É gratificante ver o crescimento de um trabalho pautado pelo amor pelos animais – frisa a vereadora, lembrando que após a decisão da Câmara Municipal de não renovar a “Comissão Especial” tinha como objetivo realizar estudos sobre a substituição das charretes por outro meio de deslocamento turístico, o grupo estará reunindo protetores para tratar do tema.

– A causa animal vai além da questão das charretes, vamos discutir a volta das castrações, a situação dos animais de rua e, especialmente a dos animais soltos nos Distritos. Mas é importante deixar claro que o fim da Comissão não impede a nossa luta e, muito menos, limita minha atuação em favor da causa. O prefeito assumiu o compromisso de encaminhar para a casa o Projeto de Lei que cria o Conselho de Proteção Animal. Nosso grupo de trabalho vai tratar dos temas importantes para a causa até lá, após a formação do Conselho continuaremos atuando para garantir e ampliar conquistas – afirma.

Gilda Beatriz comentou ainda sobre a repercussão do fim da Comissão nas redes sociais.

– É uma questão de posição, eu sou a favor da causa e assumi a defesa dos temas que envolvem os animais na Câmara desde o meu primeiro mandato. Não conheço outra maneira de trabalhar. Minhas redes sociais são públicas, meus perfis abertos e mesmo quem não é amigo pode entrar e comentar. Prezo pela transparência. Quem acompanha o meu trabalho sabe que atuo na educação, saúde, defesa da pessoa com deficiência e muitos outros temas de grande importância. Faço tudo ao mesmo tempo! O sucesso do nosso trabalho em diversas frentes é consequência – completa. 

Comentários