Guarda Civil aumenta rondas para coibir delitos como tráfico de drogas, furtos e pequenos delitos



A Guarda Civil vem intensificando a realização de rondas de patrulhamento no município. Ao todo, 30 homens e nove veículos estão se revezando para cobrir locais que recebem grande quantidade de pessoas e nos pontos turísticos da cidade. A intenção é coibir prática de delitos de menor potencial ofensivo.

Na quarta-feira (01.03) um adolescente de 17 anos foi apreendido com posse de maconha. O rapaz era o único de um grupo de cinco jovens que possuía drogas. Durante a abordagem, o adolescente informou que é morador da Barra de Tijuca, no Rio, e que estava em Petrópolis na casa de um amigo – porém, não sabia dizer qual era o endereço. A Guarda Civil encaminhou o rapaz para a 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro. Ele estava sem documentos de identidade, mas o Conselho Tutelar conseguiu fazer contato com a mãe dele.

A abordagem foi possível porque a Guarda Civil passou a fazer rondas de rotina nos pontos turísticos mais visitados da cidade, além de locais bastante frequentados pela população. Na lista de locais onde o patrulhamento tem acontecido continuamente estão os arredores do Terminal do Centro, a Rua Teresa, o conjunto arquitetônico do Bosque do Imperador, praças da cidade (Liberdade, Visconde de Mauá, Inconfidência, Duque de Caxias), o Parque Municipal em Itaipava, o Parque Cremerie, Quitandinha, entre outros.

“O objetivo é que delitos de menor potencial ofensivo, como tráfico de drogas, furtos, pichações, entre outros, não ocorram em locais como o Parque Cremerie, que recebe tantos visitantes. Nossa presença tem o objetivo de garantir que as pessoas possam ter tranquilidade e segurança”, comentou o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

Outro efeito é a maior proteção ao comércio da cidade: já foram promovidas três prisões em flagrante de homens realizando furtos no Centro. Todos esses crimes foram impedidos por guardas que realizavam rondas nos locais onde os delitos aconteceram.