Ruas do Centro Histórico e espaços públicos de Petrópolis se transformam em “point” da corrida de rua



Se antes as ruas do Centro Histórico eram cenário para passeios e fotos, agora elas se transformaram em “point” para os corredores de rua, que vêm explorando cada vez mais os espaços públicos e circuitos de lazer de Petrópolis para a prática da modalidade. As principais vias do Centro, entorno do Palácio Quitandinha, Parque Municipal de Itaipava e Circuito de Lazer, esse aos domingos, são os principais circuitos dos praticantes da atividade, que está mudando o hábito e o cenário das ruas petropolitanas. Hoje, a cidade tem mais de 2.300 corredores.

“Hoje vemos uma cena que não era comum há alguns anos atrás, com diversas pessoas correndo, sozinhas ou em grupos, esses que têm crescido cada vez mais. A ampliação do Circuito de Lazer da Barão aos domingos mostrou como Petrópolis tem se consolidado nessa prática da corrida de rua. De 7 às 17h vemos lotado e, durante a semana, é comum ver, principalmente no período da noite, na Avenida Ipiranga, no entorno da Catedral, Koeler, entre outras vias, os grupos de atletas treinando”, comenta o secretário de Esportes, HingoHammes.
           
Segundo estimativa feita pela Secretaria de Esportes, hoje a cidade tem mais de 2.300 corredores, metade deles organizados em grupos de corrida formados por amigos e a grande maioria por iniciativa de academias particulares. Muitos deles competem em provas realizadas no Rio de Janeiro, em outras cidades, estados e até em etapas no exterior. São mais de 10 grupos de corrida que promovem treinos semanais e alguns eventos especiais, até abertos ao público, realizados no Circuito de Lazer, que fica na Barão do Rio Branco.

O público dominante são pessoas na faixa etária de 25 a 45 anos, mas há figuras ilustres na modalidade da terceira idade, como Babli Gonçalves, Antônio Figueirinha, Nonô Xavier e a esposa Vera. Maratonistas, eles são presença garantida nos principais eventos de corrida e em treinos diários na cidade.

“Nós estimulamos toda atividade física. Já ampliamos o horário do Circuito de Lazer, que era uma demanda dos corredores, e a secretaria dá o suporte autorizando o uso da área externa da Casa Barão de Mauá como apoio para esses eventos organizados aos domingos para os grupos. E estamos avaliando ainda outros pontos da cidade para criar novos circuitos aos domingos. Temos um calendário com mais de 20 provas de corridas de rua previstas até dezembro e queremos aprimorar e consolidar esse calendário, tornando, quem sabe, Petrópolis como polo de corrida de rua”, observou o secretário.