Prefeitura testa novo tipo de asfalto na Castelânea



A Secretaria de Obras iniciou nesta quinta-feira (09.02) teste sobre de um novo tipo de asfalto que pode beneficiar Petrópolis especialmente por causa de uma característica marcante da cidade. Esse material pode ser aplicado também em dias de chuvas e a instalação dele é até 40% mais barata. Os primeiros testes foram realizados na Rua Olavo Bilac, na Castelânea.

“Ele é um asfalto frio de melhor qualidade, com as mesmas condições de asfalto quente, que é mais resistente. Mesmo com chuva, ele pode ser colocado. Esse asfalto é ecológico”, destacou o secretário de Obras.

O produto foi oferecido pelo grupo Mil, que desenvolveu um asfalto quente – o chamado Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) – com um aditivo químico que forma uma película no material. Isso torna esse asfalto resistente à água, podendo ser aplicado em dias de chuva. Outra particularidade é possibilidade de armazenagem por períodos mais longos.

“O asfalto quente não pode ser guardado por muito tempo. Já esse pode ser estocado por 12 meses, dependendo da forma de armazenagem, até 24 meses. Isso permite ter o material para usá-lo mais rápido, sem ter que esperar um dia ou mais para fechar algum buraco causado em dias de chuva”, explica o diretor técnico do grupo Mil, André Luiz Saggioro.

Ele também é mais fácil de ser aplicado: basta ser despejado no local onde vai ficar e a própria movimentação de carros completa o serviço. Não é necessário mobilizar caminhão nem rolo compressor. Dessa maneira, também é mais rápido, já que o material vem em sacos, podendo ser facilmente transportado.

O vice-prefeito Baninho acompanhou o teste e ressaltou a possibilidade de oferecer um serviço de manutenção viária mais eficiente.

“Esse asfalto vai permitir uma resposta mais rápida da prefeitura. Em períodos de chuva, quando aparecem mais buracos, é mais difícil atuar, porque é necessário esperar abrir sol, mobilizar caminhão e equipamento. Com esse asfalto não, nós vamos poder atuar imediatamente”, disse o vice-prefeito.

Comentários