Patrimônios e riquezas de Petrópolis vão virar publicação multimídia



As riquezas culturais da Cidade Imperial serão tema do projeto “Patrimônio Histórico de Petrópolis”, que obteve parecer favorável do Ministério da Cultura para captar recursos através da Lei Rouanet. A iniciativa transformará a história dos bens tombados e arquitetônicos do município em um livro, que será distribuído gratuitamente, fomentando a cultura e tornando-a mais acessível para todos.  

O projeto foi proposto pela 3com comunicação empresarial, dos jornalistas Bruno Machado, Daniela Moreira Machado e Bruna Fernandes, com consultoria cultural exclusiva do especialista em montagem de projetos, Pery de Canti. O livro trará reproduções artísticas de diversos patrimônios da cidade, incluindo sua história em anedotas, traduzidas em três línguas: português, espanhol e inglês. A obra terá 3.000 exemplares e cerca de 120 páginas, que trarão textos e fotos contando a história de Petrópolis. Além disso, todos os arquivos serão disponibilizados no site do projeto, para livre acesso ou download.  

“Além de ser um projeto importante do ponto de vista histórico e cultural, ele também irá democratizar o acesso de toda a população a essas informações, já que será acessível para todas as faixas sociais, sem distinção”, declarou o diretor da 3com, Bruno Machado, salientando que a obra será distribuída para a rede pública de ensino, bibliotecas, centros sociais, acervos públicos, sites, universidades, jornais, hotéis e a outros interessados.  

“Acreditamos que o projeto irá contribuir para o desenvolvimento cultural da cidade. Além disso, faremos uma obra dentro da Lei de Acessibilidade. Por isso, a publicação terá fotos em tamanhos de grande proporção, facilitando a leitura para portadores de baixa visão, além de ser disponibilizada gratuitamente para download através de “audiobook”, direcionado a deficientes visuais”, comentou Pery.

Comentários