Comissão de Defesa da Educação vai investigar convênios do governo passado



Procurada no início de fevereiro por funcionários do Centro de Educação Infantil COMAC, Gilda Beatriz,  presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, recebeu informações sobre atraso no pagamento do 13º e de direitos trabalhistas de funcionários e a má qualidade da merenda. 

“Além da falta de fiscalização, fui surpreendida durante o governo passado que renovou o convênio para o ano letivo de 2016, mesmo com todos esses problemas. Diante disso, imediatamente, oficiei a Secretaria Municipal de Educação para recolher todas as informações necessárias para a instalação de uma CPI, se necessário. Estou satisfeita com a decisão do governo municipal de não renovar o convênio da COMAC já que a instituição não possui as certidões de quitação de tributos”, afirma a vereadora. 

Com a decisão, a Secretaria de Educação assumiu a direção do Centro de Educação Infantil que conta com 242 alunos de até cinco anos matriculados. 

“O prefeito Bernardo Rossi vêm demonstrando pulso firme, mas a decisão de assumir a direção, apesar de acertada, não encerra a questão. Vou cobrar da Secretaria de Educação todos os documentos sobre esse, e outros convênios, vou analisar cada centavo, onde e como foi gasto o dinheiro dos impostos do contribuinte. Estarei participando pessoalmente do processo de transição, não abro mão disso. Essa semana visitarei as duas sedes da COMAC. É um compromisso que assumi com as famílias e com os profissionais. Havendo erros ou negligência por parte do governo passado será instalada uma CPI”, completa Gilda Beatriz, lembrando que os alunos continuarão a ser atendidos no mesmo espaço.