Apesar da crise, novo governo garante pagamento em dia a 12 mil servidores

Salários foram depositados nesta terça-feira

A prefeitura pagou nesta terça-feira (31.01) salários dos 12 mil servidores públicos do município, de funcionários da administração vinculada, como Fundação de Cultura e Turismo, e de autarquias municipais - Companhia Municipal de Desenvolvimento e Companhia Petropolitana de Transito e Transportes. Vencimentos de ativos, inativos e efetivos do Instituto de Previdência Social (INPAS), já haviam sido depositados na sexta-feira (27).

“Com isso cumprimos o compromisso assumido com os sindicatos de, apesar da situação crítica em que encontramos as contas do município e de todas as dívidas, mantermos em dia os salários dos nossos servidores, o que é uma obrigação nossa”, disse o prefeito Bernardo Rossi, lembrando que desde o primeiro dia à frente da prefeitura, medidas de austeridade foram adotadas para “fechar as torneiras do desperdício”.

Ao todo a folha de pagamento líquida do município consome por mês R$ 34,8 milhões do orçamento municipal. Parte destes recursos - R$ 550 mil – destinados ao INPAS custeiam o pagamento de 2.124 aposentados e 677 pensionistas – um total de 2.801 pessoas.

“Quitamos hoje a folha líquida e até o dia 20 – dentro do prazo legal -  todos os valores retidos nos salários dos servidores serão repassados aos entes destinatários”, afirma o secretário de Fazenda, Heitor Luiz Maciel Pereira.

Além de funcionários da CPTrans, Comdep servidores da prefeitura, da Cultura, Educação e Saúde, a Secretaria de Fazenda quitou ainda R$ 1 milhão referente às despesas com mão de obras nas duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade. A UPA Centro recebeu R$ 461 mil e a UPA Cascatinha R$ 587 mil.

Comentários