sábado, 21 de janeiro de 2017

Prefeitura trabalha para sanar R$ 563 mil em dívidas com Aluguel Social e Cartão Imperial


Setrac vai garantir pagamentos em aberto desde dezembro

Levantamento feito pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) apontou um montante de R$ 563 mil em dívidas referentes ao não pagamento do Cartão Imperial e do Aluguel Social pendentes desde o ano passado. Os valores deveriam ter sido pagos ou empenhados no mês de dezembro, o que não ocorreu. 

“Estamos tomando todas as providências para que este pagamento seja regularizado o mais breve possível e as famílias assistidas não sejam prejudicadas”, explica a secretária Denise Quintella.

O débito referente ao aluguel social (R$ 500) e auxilio emergência (R$ 100) destinados a famílias cadastradas pela Setrac soma R$ 200 mil. Por conta disso, o depósito do auxílio que deferia ter sido disponibilizado as 400 famílias no dia 10, está atrasado. 

“Quero tranquilizar as famílias que dependem deste auxílio. Todas as providências foram tomadas pela nossa equipe para que o depósito do aluguel social seja feito o quanto antes”, afirma a secretária.

A Setrac trabalha ainda para regularizar o repasse de R$ 363 mil à empresa responsável pelo Cartão Imperial. O valor do auxílio foi creditado nos cartões dos 5.630 beneficiários, mas não foi pago pela prefeitura à empresa e nem empenhado em dezembro - um procedimento necessário para a liberação do pagamento.

“As pessoas que detêm o cartão estão conseguindo utilizá-lo normalmente para fazer suas compras. Estamos nos esforçando para acertar esta dívida junto à empresa para que não haja problemas no auxílio às famílias mais adiante”, considera.

Os débitos identificados pela Setrac compõem as dívidas que estão sendo apuradas em todas as secretarias do município, e que somam mais de R$ 130 milhões. 

“São débitos que estão sendo apurados em todas as pastas e que estamos buscando formas de sanear. A Assistência Social assim como a Saúde e a Educação têm prioridade nessas ações”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Nenhum comentário: