terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Governo Rossi pagou R$ 673 mil em dívidas com cartão de compras Sisep



Com o repasse de R$ 673 mil ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, a prefeitura quitou metade da dívida acumulada em R$ 1,3 milhão referente às pendencias com o cartão de compras Sisep - valores descontados nos contra-cheques dos servidores nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, e não repassados ao Sindicato pela gestão anterior. O pagamento foi feito na sexta-feira (27.01) e o restante será quitado no dia 15 de fevereiro.

“Assim como no caso dos empréstimos consignados, também descontados dos salários e não repassados aos devidos entes à época, as pendências com o cartão de compras Sisep, causaram transtornos aos servidores. Estamos acertando a dívida encontrada e vamos pagar o mês de janeiro em dia, pois os servidores não podem ser prejudicados”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

 “O compromisso do governo é quitar dívidas, principalmente as que prejudicam o funcionalismo”, pontua o secretário de Fazenda Heitor Luiz Maciel Pereira.

Relatório encaminhado pelo Sindicato à Secretaria de Fazenda no início do mês, aponta que valores descontados dos servidores da Educação, e não repassados ao Sisep totalizam R$ 712,7 mil - valor que somado aos R$ 318 mil descontados dos servidores da Saúde e não repassados supera R$ 1 milhão.

O levantamento mostra que nos meses de setembro e outubro, a dívida acumulada pela prefeitura é de R$ 132 mil. Em novembro, o montante que deixou de ser repassado ao Sindicato chega a R$ 463 mil. Além dos servidores da prefeitura, e das Secretarias de Saúde e Educação, o relatório do Sisep aponta ainda débitos referentes a despesas de servidores ativos e inativos do Inpas, Fundação de Cultura e Turismo, Companhia de Desenvolvimento (Comdep), e Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). Somadas as dívidas com o cartão de compras Sisep acumuladas em setembro, outubro, novembro e dezembro, chega a R$ 1.3 milhão. 

Nenhum comentário: