Carro oficial do prefeito Bernardo Rossi agora atende a menores em risco social atendidos pelas Casas da Acolhida



O carro oficial do prefeito Bernardo Rossi, transferido na terça-feira (24.01) para a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), para atendimento de meninos e meninas em risco social direcionados às duas casas de acolhida mantidas pela prefeitura é a prova do bom uso do dinheiro público. O veículo já está sendo usado no transporte de jovens para consultas médicas, para encaminhamento de alimentos às suas famílias e para fluxo de documentos junto à Vara da Infância e Adolescência. 

Antes, na gestão passada, as Casas de Acolhida até então só podiam usar um veículo, cedido pela Setrac, uma única vez por semana. Coordenadores e jovens atendidos, em caso de audiências ou chamamentos da Vara de Infância e Adolescência, se deslocavam de ônibus. 

Kátia dos Prazeres, diretora de Proteção Social Especial, comemora a doação do veículo feita pelo prefeito. “Isso melhorou o atendimento aos jovens e facilitou nosso trabalho”. 

Para a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Denise Quintella, a doação veio em boa hora. “Metade dos veículos da secretaria estão sucateados, sem condições de utilização”, afirma. 

Juntas, a Casa da Acolhida dos Meninos, na Coronel Veiga, e a das Meninas, em Corrêas, tem capacidade para atender até 20 jovens, cada uma,  com idade entre 12 e 18 anos. São pessoas que tiveram os vínculos familiares rompidos, cujas famílias ou responsáveis encontram-se temporariamente impossibilitadas de cumprir sua função de cuidado e proteção. 

 “Sabemos que esses adolescentes precisam de cuidados. São menores atendidos pela prefeitura, que têm necessidades desde as mais básicas, como ir ao médico, até as mais complexas, como as que envolvem o trabalho de reintegração com as famílias e também atividades que possam proporcionar momentos de cultura e lazer”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Comentários