quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Bernardo Rossi recupera verbas para obras paralisadas pelo governo Bomtempo



Duas obras que foram paralisadas após a antiga administração não pagar contrapartidas exigidas do município de menos de R$ 15 mil terão sequência agora. O prefeito Bernardo Rossi já determinou a quitação desse valor - o que acontecerá na semana que vem – e as obras recomeçam logo em seguida.

O prefeito também autorizou para esse mês o início de uma contenção de encostas atrás do Parque Municipal em Itaipava. Todas essas intervenções são fruto de emendas parlamentares liberadas entre 2014 e 2015 e que pararam por má gestão dos recursos do último governo, fato que inviabilizou a intervenção. A ordem de Bernardo Rossi é recuperar toda a verba que foi destinada ao município e que, por inabilidade administrativa, acabou não sendo aplicada nos últimos anos.

A colocação de cobertura na quadra do bairro Pedras Brancas foi autorizada pelo Ministério do Esporte ainda em 2014, a partir de emenda do então deputado federal Leonardo Picciani (PMDB-RJ). O valor do convênio é de R$ 487,5 mil. A contrapartida exigida da cidade foi deR$ 198.017,47. Ela foi paralisada em julho do ano passado, quando o município deveria honrar a primeira parcela da contrapartida, de R$ 11.162,31.

A história é a mesma no caso da quadra do Morin. Em 2014, o deputado Leonardo Picciani fez emenda de R$ 487,5 mil para fazer a cobertura do equipamento esportivo, exigindo contrapartida de R$ 123.180,52. Ela também parou no mesmo período quando o município não fez o pagamento da primeira parcela, no valor de R$ 3.146,84, interrompendo a obra.

No entanto, a antiga gestão nunca honrou os pagamentos, impedindo que as obras continuassem. Após o prefeito garantir a quitação das contrapartidas, a segunda parcela das duas obras já foi autorizada pelo Ministério do Esporte.

Outra emenda parlamentar cujos recursos estavam sendo perdidos e Bernardo Rossi recuperou foi feita pelo deputado federal Júlio Lopes (PP-RJ) para contenção de encostas na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo, a rua atrás do Parque Municipal de Itaipava. A emenda de R$ 384.579,01 foi feita em 2015 e nunca começou, mesmo com uma contrapartida pequena: R$ 11.813,19. O prefeito deu ordem para que a obra tenha início no mais curto prazo possível.

Nenhum comentário: