Bernardo Rossi recupera emenda da deputada Cristiane Brasil de R$ 500 mil para videomonitoramento



Intenção é usar recursos para unificar centrais de monitoramento e quase quadruplicar quantidade de câmeras

Uma verba de R$ 500 mil para videomonitoramento na cidade foi recuperada pelo prefeito Bernardo Rossi. Ela é fruto de uma emenda ao orçamento da União feita pela deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) em 2015, mas que jamais foi utilizada pela gestão passada. Com esse recurso, o município vai unificar as duas centrais de monitoramento existentes hoje, além de quase quadruplicar o número de câmeras de segurança pela cidade, chegando a 100 equipamentos.

O anúncio oficial ocorreu nesta quinta-feira (12.01), na sede da Guarda Civil, com a presença da deputada, do vice-prefeito, Baninho, dos secretários de Administração e Recursos Humanos, Marcos von Seehausen, e de Serviço, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi; do coordenador de Segurança Pública, Maurício Borges, do presidente da Câmara, Paulo Igor (PMDB) e do vereador Reinaldo Meirelles (PP).

O prefeito agradeceu a ajuda dada pela parlamentar e mostrou que, em pouco tempo, já conseguiu recuperar recursos que não foram utilizados e recuperar diversas obras que foram paralisadas por falta de pagamento de contrapartidas pelo município.

“Hoje, como nunca, precisamos arrumar a casa. E Brasília tem nos ajudado muito já. Em menos de duas semanas, já conseguimos recuperar a emenda parlamentar da deputada Cristiane Brasil, conseguimos a liberação de obras das quadras paradas no Morin e no Pedras Brancas, o dinheiro já está na conta, já falamos com a empresa que vai reiniciar a obra. Conseguimos os recursos do Prodetur (Programa de Desenvolvimento de Turismo), já iniciamos a obra do lado ímpar da Rua do Imperador. Mais de R$ 16 milhões da terceira fase de contenção de encostas, que inicia agora, semana que vem. Com articulação política e disposição para trabalhar, vamos tirar projetos que estavam parados e vamos fazer outros”, disse o prefeito.

A deputada Cristiane Brasil se colocou à disposição do prefeito para ajudar a trazer verbas federais para o município.

“Quero cumprimentar a todos aqueles que vestiram a camisa e suaram e estão hoje fazendo parte de uma nova história. Tenho muito orgulho de estar ajudando nesse novo momento em especial. Venho aqui prestigiar porque eu acredito muito nessa nova administração, fico feliz de ver o prefeito colocando os serviços em ordem. Vocês sabem que podem contar comigo, não só com emendas, mas buscando outros recursos”, declarou a deputada.

O vereador Meirelles destacou que a cidade vai precisar da atuação da deputada para ajudar a recuperar da situação financeira deixada pela gestão passada.

“Em 2014, apontei a necessidade do monitoramento em nosso município, que é precário e atrasado em relação a outras cidades até menores que a nossa. É um absurdo o patamar que estamos. A deputada Cristiane Brasil, petropolitana, tem vínculo grande com nossa cidade e prontamente se predispôs a fazer essa emenda, que foi liberada, acabou voltando para o governo federal e agora foi recuperada pelo prefeito Bernardo Rossi”, afirmou o vereador.

O convênio com o Ministério da Justiça para liberação da verba foi realizado, mas o recurso foi perdido pela última gestão municipal, que não garantiu a contrapartida exigida ao município, de R$ 114 mil. Ao contrário, manteve apenas a quantidade de câmeras que cidade já tinha: 28 – a maioria sem funcionar.

Apenas 12 câmeras estão sendo utilizadas atualmente em duas centrais, uma na CPTrans e ou na Secretaria de Defesa Civil e Segurança Pública. A intenção agora é unificar essas duas centrais no prédio da Guarda Civil. Isso vai otimizar o trabalho, já que a central única deve contar ainda com pessoal da Guarda Civil, dos Bombeiros, da Defesa Civil e das polícias Militar e Civil. Todas essas forças de segurança vão contar com um número de câmeras quase quatro vezes maior do que o de hoje: 100. Elas vão ficar em locais como Quitandinha e Bingen (entradas da cidade), Centro, Alto da Serra, Itaipava, entre outros.

Prefeito anuncia novo chefe da Guarda Civil

No mesmo evento, o prefeito Bernardo Rossi anunciou o novo chefe da Guarda Civil: Jeferson da Costa Calomeni, que faz parte da instituição há 25 anos. Bernardo Rossi disse ao novo chefe que vai procurar se aproximar da Guarda e se reunir quinzenalmente com a corporação para tocar em frente os projetos da força de segurança. Calomeni agradeceu a predisposição do prefeito.

“A Guarda tem projetos, o que falta é boa vontade. Colocamos o ônibus de monitoramento para funcionar; temos o Propaz, que sempre nos fecharam a porta; temos um projeto do canil, com cães farejadores; os carros da ronda escolar, que agora foram para oficina, através da Secretaria de Educação. Precisamos de boa vontade política, e teremos isso agora”, afirmou o novo chefe da Guarda Civil.