quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Primeira vitória de Rossi: Carbografite se prepara para iniciar obras da nova unidade



Com oito unidades em Petrópolis, a Carbografite – empresa especializada nas áreas de solda, segurança industrial e ferramentas, inclusive no mercado externo - se prepara para iniciar as obras do Condomínio Ecológico Industrial que será instalado no Distrito Industrial da Posse. A Carbografite é umas das âncoras a se instalar na região, que tem ICMS diferenciado a 2,5% desde 2010. Nesta quarta-feira (30.11), o vice-prefeito do governo eleito, Baninho,  acompanhou representantes da empresa petropolitana em encontro com o presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), Ângelo Monteiro Pinto. O órgão é responsável pela Estrada Silveira da Mota, onde está localizado às margens o Distrito Industrial, e por conceder a licença de acesso aos terrenos.

 “Esse é um compromisso de campanha: fazer o Distrito Industrial da Posse sair do papel de verdade. E já estamos ajudando a empresa a obter as licenças necessárias para iniciar sua atuação”, afirma o vice-prefeito eleito, Baninho.

A tributação diferenciada para o Distrito Industrial da Posse foi uma conquista do prefeito eleito Bernardo Rossi como deputado estadual ainda em 2011. Mesmo com o incentivo fiscal, a área não foi aproveitada pelas gestões municipais para atrair empresas.  “O governo de Bernardo Rossi não medirá esforços para fazer com que esse projeto tão importante para o desenvolvimento de Petrópolis saia de fato do papel e fomente nossa economia com empresas petropolitanas e atração de novas e de fora. Hoje esse apoio foi reforçado pelo presidente do DER, Ângelo Monteiro Pinto, que nos garantiu agilizar a entrega da licença da Carbografite, prevista para a próxima semana, para que a empresa possa iniciar a obra. O novo governo está de portas abertas para ajudar não só a Carbografite, mas todas as interessadas em se instalar no Distrito, dando todo apoio estrutural”, afirmou Baninho.

O condomínio ecológico industrial da Carbografite terá 11 galpões, sendo dois para instalação da nona unidade da empresa, restaurante e diversos serviços em comum para serem oferecidos também nos 9 galpões que serão disponibilizados para atração de novos empreendimentos. O projeto do espaço foi elaborado, ainda, com princípios de sustentabilidade, com receptação de água da chuva para ser reaproveitada; aquecimento solar; bicicletário, para estimular o uso de veículos não poluentes; entre outros.

“Ficamos felizes com a previsão da entrega da licença, o que falta para iniciarmos as obras. O Distrito Industrial da Posse foi a solução ideal para a empresa, que está se expandindo, e nele encontrou três pontos positivos: a facilidade de acesso, a logística e, certamente, a redução do imposto”, comemorou o contador da empresa, Ivanir Jorge, que estava acompanhado do engenheiro responsável pelo projeto do condomínio, Marcos Pacisici, e do gerente de Comércio Exterior, José Wellington Barroso.

Segundo Ivanir, com as obras iniciadas assim que a licença for concedida, a previsão é que o condomínio comece a funcionar no início de 2018.

“É muito bom ver uma empresa petropolitana, de renome e credibilidade no mercado se instalar no Distrito Industrial da Posse, além de ter no seu projeto galpões já para outras empresas ali se instalarem, dando respaldo ao projeto. E sendo também incentivadora para que outros empreendimentos também invistam e se instalem no local”, defende Baninho.

Nenhum comentário: