Prefeitura terá que pagar R$ 13 milhões que deve ao Santa Teresa



A prefeitura terá 72 horas para sanar a dívida de R$ 13.273.025,89 que tem com o Hospital Santa Teresa (HST). Caso contrário, a Justiça vai ordenar o “imediato sequestro da quantia devida, na sua integralidade”. A decisão é do juiz Alexandre Teixeira, da 4ª Vara Cível de Petrópolis, em resposta a uma ação movida pela Associação Congregação de Santa Catarina – Hospital Santa Teresa.

O hospital acusou a prefeitura de apropriação indébita, que é o delito ocorrido quando o administrador se apropria de recursos que ficam temporariamente sob seu poder. O débito total da prefeitura é dividido em recursos municipais (R$ 4.087.690,43), mas também estaduais (R$ 1.051.677,11) e federais (R$ 8.133.658,35), que foram repassados a Petrópolis, mas não foram transferidos ao hospital.

Comentários