Moradores das casas da Rua Uruguai e de outras ruas atingidas pelas chuvas poderão receber o pagamento do FGTS



Os moradores das casas da Rua Uruguai, no Quitandinha, e de outras ruas atingidas pelas chuvas de novembro poderão receber o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A solicitação da liberação do pagamento pode ser feita a partir desta quinta-feira (8/12), em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, até o dia 21 de fevereiro. O prazo para recebimento dos recursos é de até cinco dias úteis após a solicitação.

A liberação do FGTS foi possível com o decreto 1.154 do prefeito Rubens Bomtempo, de 16 de janeiro, que declarou de situação de emergência em Petrópolis. O decreto foi reconhecido pelo Ministério da Integração Nacional no dia 23 de novembro. 

Para pedir a liberação do FGTS, é preciso levar os seguintes documentos (cópia e original): Carteira de Trabalho; Identidade; e comprovante de residência no nome do próprio trabalhador, dos pais ou do cônjuge (apresentando certidão de casamento) emitido no máximo 120 dias antes do decreto de emergência.

O anúncio da liberação do FGTS foi feito na noite de terça-feira (7/12) pelo secretário de Defesa Civil e Segurança Pública, Rafael Simão, em reunião com os moradores da Rua Uruguai no campus Petrópolis da Universidade Federal Fluminense (UFF). 

“Esses recursos são importantes para aqueles que tiveram perdas materiais e que precisam retomar suas vidas. Portanto é fundamental que esses moradores procurem o quanto antes uma agência da Caixa em Petrópolis para solicitar a liberação do pagamento”, disse o secretário Rafael Simão. 

 “Esse foi o mais rápido processo de liberação de FGTS em Petrópolis. Então merece elogio o trabalho que a Prefeitura, por meio da Defesa Civil, fez para garantir liberação desse pagamento. Nessas chuvas, desde o primeiro momento, a Defesa Civil teve essa preocupação, se atentando para a questão do FGTS”, disse o gerente geral da Caixa Econômica Federal em Petrópolis, Guilherme Pedro Mattoso Hammes.

O limite de saque é o saldo disponível por conta vinculada, ou até R$ 6.220 por conta, respeitado o intervalo entre uma movimentação e outra, que não pode ser inferior a 12 meses.

A relação das vias contempladas foi encaminhada pela Defesa Civil à Caixa com base nas ocorrências registradas entre os dias 12 e 29 de novembro. Essa listagem estará disponível em todas as agências da Caixa Econômica. No caso de endereços de imóveis atingidos pelas chuvas de novembro, mas que não estão contemplados nessa listagem, o morador deve solicitar uma vistoria da Defesa Civil pelo telefone 199. Se for confirmada tecnicamente a necessidade, o imóvel será incluído na lista.

No caso de dúvidas, os moradores podem entrar em contato com a Caixa Econômica pelo e-mail ag1651@caixa.gov.br ou pelo telefone ou 2244-1550.

Comentários