terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Manobra nos bastidores garante uma vaga para Jamil Sabrá, filho do ex-deputado Nelson Sabrá, na Câmara de Vereadores



Conforme eu antecipei por aqui, em primeira mão, no último dia 21 de dezembro, Jamil Sabrá, filho do ex-deputado Nelson Sabrá, vai assumir uma vaga na Câmara Municipal após a saída do vereador Maurinho Branco, escalado para o comando da CPTrans, e uma manobra política que dará ao primeiro suplente, Pastor Sebastião, uma vaga no governo Rossi. 

Para quem “ouviu o galo cantar e não sabe onde”, vou reproduzir abaixo o post do dia 21. 

Apesar de não ser oficial, fontes fidedignas, confirmam uma articulação nos bastidores para dar ao jovem Jamil Sabrá, segundo suplente da coligação “Petrópolis Para Frente”, com 1.555 votos, que reuniu PDT, PSC e PP, uma vaga na Câmara de Vereadores. 

Eu explico: A informação, não confirmada pelo vereador, é de que Maurinho Branco está cotado para assumir uma Secretaria ou a Presidência da CPTrans. Mas que não teria decidido seu futuro político. 

O primeiro suplente da coligação é o vereador Pastor Sebastião, derrotado em outubro com 1.981 votos. Caso Maurinho aceite assumir uma pasta, o Pastor está cotado para assumir o espaço que caberia ao PDT no governo,  abrindo vaga para o jovem, filho do ex-deputado Nelson Sabrá. 

Aos 30 anos, casado e pai de dois filhos. Jamil já acumula mais de sete anos de experiência corporativa, entre multinacionais, banco de investimento e fundação social. Graduado em administração de empresas pela EBAPE/FGV, possui especialização em finança pela COPPEAD/UFRJ e mestrado em administração pública pela Fundação Getúlio Vargas.

No entanto, apesar de adorar noticiar articulações realizadas com a sutileza de um segredo guardado por uma multidão, prefiro lembrar que o saudoso Magalhães Pinto lá atrás já ensinava que “política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Você olha de novo e ela já mudou”.

Vamos aguardar... 


Nenhum comentário: