domingo, 18 de dezembro de 2016

Bernardo Rossi é diplomado prefeito de Petrópolis

   

“De todos os diplomas que recebi este é o mais importante de minha vida. E Petrópolis pode ter a certeza que terá um prefeito com garra, coragem e muita disposição para melhorar a nossa cidade”.  Agradecendo a população, lideranças partidárias e comunitárias, Bernardo Rossi, discursou na solenidade de diplomação como prefeito eleito, realizada nesta sexta-feira (16.12), em solenidade no Palácio Quitandinha, junto ao vice-prefeito, Baninho, e aos 15 vereadores eleitos. Esta é a última etapa do processo eleitoral de 2016 e diplomados pelo TRE, prefeito, vice e vereadores estão aptos a tomar posse,  marcada para 1º de janeiro, às 10h, na Câmara de Vereadores.

                Mais de 800 pessoas acompanharam a solenidade,  aplaudindo de pé a diplomação do prefeito eleito.               “Sou prefeito eleito não só daqueles que me deram o voto, sou prefeito de toda uma cidade. A responsabilidade é grande e o momento não permite erros.  E Petrópolis pode ter a certeza que terá um prefeito aplicado, com muita garra para fazer o melhor, para construir a cidade que sonhamos”, frisou Bernardo Rossi.

                Presidindo a cerimônia de diplomação, o juiz eleitoral Alexandre Teixeira, frisou a  judicialização da saúde, com o poder judiciário sendo recorrido pela população e fazendo papel de “central de regulação de vagas em hospitais” e “distribuidor de remédios”, ressaltando ainda a crise institucional que vive o país. “A má utilização dos recursos públicos incide diretamente na população e a democracia, com sucessivos questionamentos da administração pública, está sendo testada. Que as instituições saiam fortalecidas deste processo”, afirmou. Alexandre Teixeira desejou êxito a Bernardo Rossi. “Seu sucesso será o sucesso da cidade e Petrópolis pode ser exemplo para o país”. O juiz Jorge Martins, titular da 4ª Vara Cível, destacou que em poucas cidades do país há a interlocução de poderes como existe em Petrópolis “frequente, honesta e produtiva e tenho certeza que na gestão de Bernardo Rossi essa união vai ser potencializada”.

                O presidente da Câmara de Vereadores e vereador reeleito, Paulo Igor Carelli,  falou da importância da Câmara como uma caixa de ressonância dos desejos da população e classificou a próxima legislatura como um período de “muito desafio pela situação de dívidas e problemas que a cidade vive hoje”.  Paulo Igor convocou a nova formação do legislativo a agir pela coletividade. “Desejo aos eleitos que ao longo do próximo mandato esse seja o pensamento de todos”.

                Em nome de todos os eleitos, a vereadora Gilda Beatriz, a mais votada neste pleito, lembrou aos escolhidos pelo voto a posição “temporária” de cada um. “Não somos vereadores, nós estamos vereadores e estamos a serviço da população e com um sentimento comum, de esperança em construir um futuro melhor”.

                Aos vereadores eleitos, Bernardo Rossi desejou caminhada produtiva  tendo como único objetivo o melhor para Petrópolis. “que sejam homens públicos firmes, vereadores corretos e que honrem a nossa cidade”.

                Os vereadores eleitos para o mandato 2017-2020 são Gilda Beatriz (PMDB), Paulo Igor (PMDB), Ronaldão (PR), Maurinho Branco (PP),  Luizinho Sorriso (PSB), Silmar Fortes (PMDB), Roni Medeiros (PTB), Meirelles (PP), Marcelo da Pro deficiente (PSB), Relojão (PRP), Professor Leandro de Azevedo (PSB) e Antonio Brito (PRB). Dudu (PEN), Wanderley Taboada (PTB) e Márcio Arruda (PR).

Pela primeira vez também foram diplomados os suplentes de vereadores.

                A cerimônia teve ainda a presença do juiz José Cláudio Fernandes e da promotora pública Tânia Gutierrez. Também prestigiaram a solenidade o desembargador Lindolfo Marinho, o deputado estadual Marcus Vinícius e o deputado federal Júlio Lopes.

União dos poderes pela cidade

                Bernardo Rossi também destacou o momento financeiro difícil de Petrópolis em seu discurso de diplomação. “A eleição já acabou. Hoje, independente de questões partidárias, a cidade precisa de união e de estabilidade para organizar as suas finanças e retornar ao equilíbrio econômico que garanta o desenvolvimento”.

                Para o prefeito eleito o momento é de parceria. “Conto com o apoio do judiciário que ajudou muito nos avanços desta cidade, nas questões da saúde, na realização do Concilia Petrópolis para fortalecer as finanças públicas”. Duas vezes vereador, Bernardo falou da importância do legislativo para mudar a cidade. “Que esta união dos poderes, incluindo o legislativo, continue e se fortaleça, para o bem da cidade”.

Bernardo assume com experiência no legislativo e executivo

                Eleito com  79.296 votos, no dia 30 de outubro, Bernardo Rossi, é o 78º prefeito de Petrópolis. No primeiro turno, no dia 02 de outubro, as urnas também deram a vitória a  Bernardo Rossi que teve 45,55% dos votos válidos.

                 Aos 36 anos, casado com Sabrina, pai de Bernardinho e Beatriz, Bernardo Rossi se formou em direito em 2002, pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Se elegeu vereador pela primeira vez em 2004 e repetiu o feito em 2008. Já em 2010 foi eleito deputado estadual e apresentou mais de 150 projetos. 

                Em 2014 foi reeleito a deputado estadual com 56.806 votos, o mais votado na história da cidade. Sua experiência como administrador público inclui a Secretaria de Estado de Habitação, onde assumiu em 2015 ficando no cargo por 12 meses.

Nenhum comentário: