Anderson Juliano é o mais cotado para assumir a Secretaria Municipal de Educação



Candidato à reeleição derrotado com 2.118 votos nas eleições municipais pelo PSDC, que apoiou o prefeito eleito Bernardo Rossi, Anderson Juliano, vereador até 31 de dezembro,  é o nome da vez para assumir o comando da Secretaria Municipal de Educação.

Petropolitano, 46 anos, sindicalista e economista, Anderson Juliano ocupou cargos de gestão em diversos setores da administração pública.

Durante o governo Mustrangi, foi Secretário de Meio Ambiente e presidente da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), quando se destacou com a implantação de programas como o Disque-Entulho e um modelo mais eficiente para a coleta seletiva de lixo.

Presidente da Comissão de Defesa da Educação na Câmara Municipal, Anderson conseguiu estabelecer uma relação de apoio e cooperação com o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) – Núcleo Petrópolis. Pelo compromisso com os servidores e sua atuação em defesa da classe, o vereador conta com o aval do sindicato para assumir a pasta.

Líder da oposição, Anderson Juliano foi o autor do pedido e tornou-se o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Educação, que teve como missão analisar despesas com restituição e indenização de consumo de energia, água e esgoto em 2013 e 2014, remuneração e recolhimento de contribuições previdenciárias dos profissionais da educação, além de despesas e contratos destinados ao transporte escolar e locação de imóveis.

A CPI foi suspensa por decisão da Justiça.

O vereador é uma liderança consolidada entre os servidores, polêmico, vale esperar para ver como irá lidar com os problemas da pasta. O caminho até a realização das promessas de campanha de Bernardo Rossi pode ser espinhoso, talvez por isso, a escolha de um especialista em números para ajustar e cumprir o PCCS e realizar os enquadramentos, e sindicalista, para sentar a mesa com os representantes da categoria.

Vamos aguardar...


Comentários