Mais uma drogaria é assaltada, desta vez no Centro



Mais uma farmácia foi assaltada em Petrópolis, a segunda em uma semana. Desta vez dois homens armados roubaram a Drogaria Pacheco, na Rua Paulo Barbosa. Na ação um dos bandidos, identificado como Edicleiton Tavares Vieira foi preso em flagrante e o seu comparsa acabou fugindo.

O assalto aconteceu às 21h20 desta quinta-feira (3), quando dois elementos, um deles armado e morador do Bairro da Glória, entraram no estabelecimento chegaram ao setor de perfumaria da drogaria, apanharam um frasco de xampu e seguiram até o caixa. Em seguida eles anunciaram o assalto e apontaram a arma para a caixa, que entregou a quantia de R$ 609.

- Após um deles apontar a arma para o caixa, o outro assaltante pediu que ninguém chamasse a atenção. Assim que recebeu o dinheiro, que foi colocado em uma sacola da Pacheco junto com o xampu, ambos saíram da drogaria – explicou Haroldo Peçanha, chefe do Setor de Roubos e Furtos da 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro.

Haroldo disse ainda que no momento em que a dupla saía da Drogaria Pacheco, um policial militar que estava à paisana deu voz de prisão a ambos, mas um deles conseguiu fugir, tomando rumo ignorado.

Com a chegada do reforço, o atendente da Drogaria Pacheco foi levado junto com o assaltante para a 105ª DP. O estabelecimento possui câmera de monitoramento.

- Já estamos investigando e em breve encontraremos o comparsa de Edicleiton – promete Haroldo.
Edicleiton Tavares Vieira, já possui passagens pela polícia. Ele é acusado de diversos roubos e assaltos a taxistas. A polícia pede que a população ajude indo até a DP no Retiro para reconhecer o acusado.
O policial Bruno César Salerno está no caso junto com Haroldo Peçanha. O assaltante deverá ser transferido para um presídio no Rio de Janeiro na próxima segunda-feira.

Procurado pela reportagem, ninguém da Drogaria Pacheco quis comentar o caso.

Outra farmácia arrombada

Na madrugada de quarta-feira (2) bandidos arrombaram a Drogaria Ofertão, que funciona no Quissamã e levaram mercadorias e dinheiro. O prejuízo total é estimado está entre R$ 25 mil e R$ 30 mil. É o terceiro arrombamento de lojas em duas semanas no bairro.

Nessa ação os criminosos entraram pelas janelas da sobreloja depois de quebrarem alguns vidros. A entrada foi por volta das 3h40, quando o alarme da loja disparou e uma empresa de segurança privada foi acionada. Eles levaram 40 minutos para chegar ao estabelecimento e, não vendo sinal dos bandidos, foram embora.
No dia 28 de outubro, houve dois arrombamentos de lojas no Itamarati. As ações também ocorreram durante a madrugada, na Rua Bernardo Proença, 147. Na ocasião, os bandidos invadiram uma loja para chegar a outra, onde roubaram R$ 47 e dois laptops. Não havia câmeras ou alarmes, e as portas e janelas das lojas ficaram danificadas.

fonte: Diário de Petrópolis
.