sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Rede Armazém do Grão gera mais de 500 empregos na Mosela



Conforto, segurança e comodidade são as prioridades da nova loja da rede Armazém do Grão, que será inaugurada em novembro, no bairro Mosela. Ao todo, a nova unidade vai gerar cerca de 530 empregos diretos e indiretos e contará com autosserviço nos setores de padaria, açougue e laticínios, sem perder a característica do atendimento personalizado, uma das marcas da rede.

“Queremos chegar a Mosela para trazer um diferencial em compras para os moradores da região, mas, além disso, vamos preservar a boa vizinhança. Desde o início, o projeto foi voltado para os moradores, com o intuito de oferecer conforto, comodidade, segurança e praticidade durante as compras e no entorno da loja”, conta o diretor da rede, Antoane Correa.

A arquitetura é moderna e toda estrutura foi voltada para a acessibilidade. A loja conta com vagas exclusivas, rampas de acesso, banheiros adaptados, carrinhos projetados para deficientes e cadeiras de rodas, auxiliando e oferecendo maior comodidade ao cliente, todos seguindo as especificações e normas da legislação.

Um amplo estacionamento também faz parte do projeto e irá oferecer mais de 70 vagas, incluindo um espaço coberto, no subsolo da unidade, e vagas exclusivas para idosos, gestantes e deficientes físicos.

O entorno da nova unidade também está ganhando melhorias. Para a instalação do empreendimento, um estudo de impacto no sistema viário foi realizado. Com o objetivo de melhorar o escoamento do trânsito no trecho, está sendo construído um recuo com uma baia com capacidade para dois ônibus em frente a nova loja. Para isso, foi necessário reconstruir parte do muro de gabião existente, que foi deteriorado com o tempo. “Sabemos da preocupação dos moradores locais sobre a questão das inundações na região em época de chuva. Tivemos muito cuidado com cada etapa da obra para não causar nenhum tipo de transtorno. Todos podem ficar tranquilos, pois o muro de gabião não causou nenhum estreitamento do rio. Estamos apenas garantindo a sustentação da via, obedecendo à legislação e os órgãos competentes”, esclareceu o arquiteto, Brunno Baião, afirmando que a obra do muro possui a licença necessária da Prefeitura para ser concluída.

A rede também vai construir um quebra-molas e instalar um abrigo de ônibus e uma faixa de pedestres para garantir a segurança do local. Para não atrapalhar o trânsito na região, a carga e descarga de mercadorias será feita na parte interna da unidade, preservando o fluxo de carros.

O arquiteto Brunno Baião lembra que o empreendimento possui alvará e todas as licenças para a obra, de acordo com o projeto aprovado pelo governo municipal, IPHAN, INEPAC e todos os órgãos competentes.

Nenhum comentário: