Dirigentes do PPS deixam o partido após anúncio do apoio a Bomtempo no segundo turno



Três entre os cinco membros da direção do PPS solicitaram suas desfiliações do partido após o anúncio na última quinta-feira (6/10), do apoio do candidato a prefeito Serginho de Corrêas, derrotado no primeiro turno, e de seu vice Gastão Reis, ao atual prefeito Rubens Bomtempo que disputa a reeleição pelo PSB. 

Em nota enviada a imprensa ontem, Serginho de Corrêas lembrou que já tinha decidido pelo voto em Rubens Bomtempo no segundo turno, mas que formalizou o apoio quando consultou o partido e constatou um consenso em torno de Bomtempo. 

Luciano Moreira – Secretário Geral, Fabini Alvarez – vice-presidente e Ricardo Castro – Tesoureiro, não concordaram com a posição e divulgaram hoje que estão deixando o partido. Restaram no PPS apenas Carlos Henrique Ribeiro e Serginho que ainda não divulgaram um comunicado oficial sobre o caso. 

Bernardo e Bomtempo irão disputar o segundo turno no dia 30 de outubro. Os candidatos tiveram 45,55% e 42,21% dos votos válidos, respectivamente.

Dos 244.648 eleitores, 58.073 deixaram de ir às urnas. 



Comentários